Notícias

Livro sobre o Dr. Yukio Moriguchi será lançado durante a inauguração do Instituto Morighuch nesta sexta-feira em Veranópolis

O médico geriatra japonês Yukio Moriguchi, 95 anos, vive há mais de 50 em Porto Alegre e é um exemplo de longevidade. Acorda às 5h para estudar, faz caminhadas diárias, exercita-se na academia, tem uma alimentação baseada em frutas, verduras, legumes e peixes, desfruta de um casamento de mais de seis décadas e cultiva uma fé inabalável. Colhe os resultados de um modo de vida que seguiu, ensinou aos seus alunos e orientou pacientes de forma pioneira no Brasil e na América Latina. Tudo isso quando falar em dieta saudável, atividade física, repouso/lazer e espiritualidade para uma existência longa e com qualidade ainda era novidade e visto até com desconfiança. 

A surpreendente história de superação deste precursor é contada no livro Yukio Moriguchi: segredos de longevidade e fé do pai da Geriatria na América Latina, escrito pelas jornalistas Ana Paula Acauan e Magda Achutti. A obra conta a trajetória do médico que foi um dos fundadores da Sociedade Japonesa de Geriatria e, do lado de cá do mundo, criou a primeira disciplina na área da América Latina – na PUCRS – para instruir especialistas a trabalharem pelo envelhecimento bem-sucedido. Quando chegou, o brasileiro vivia em média 52,5 anos. Em 2019, pré-pandemia, o número saltou para 76,6.

Por três décadas e meia, nas férias, de forma voluntária, Moriguchi percorria 6 mil quilômetros para prestar assistência aos japoneses e seus descendentes estabelecidos em colônias do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, com apoio da Enkyo – Associação de Assistência Nipo-Brasileira do Sul. No início do trabalho, os nipônicos viviam 17 anos a menos que seus conterrâneos no oriente. Ao longo do tempo, com a prevenção e o cuidado com a saúde, o número baixou para cinco anos. 

Além de narrar os desafios de Moriguchi, que precisou revalidar o diploma na UFRGS mesmo com Doutorado em Medicina Interna e enfrentou resistência às suas ideias na Porto Alegre dos anos 1970 e 1980, o livro mostra com detalhes todos os seus segredos de longevidade. 

A obra é uma iniciativa e edição independente das autoras, que acompanharam a carreira de Moriguchi na PUCRS, onde atuaram por duas décadas na Assessoria de Comunicação Social. O lançamento ocorre no dia 26 de novembro na inauguração do Instituto Moriguchi – Centro de Estudos do Envelhecimento, em Veranópolis, na Serra gaúcha. Há 27 anos, por inspiração do pai, Yukio Moriguchi, o também geriatra Emilio Moriguchi começou a fazer pesquisas e tentar descobrir por que Veranópolis, distante 160 quilômetros da capital, ganhou o título de Terra da Longevidade, com idosos vivendo mais e melhor. 

Yukio Moriguchi: segredos de longevidade e fé do pai da Geriatria na América Latina conta com apoio do Instituto Moriguchi e da Fundação Universidade Aberta para Terceira Idade do Amazonas. A obra ganha uma tiragem reduzida para distribuição no evento de inauguração do Instituto e, em breve, estará disponível no site da Amazon. 

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios