Advogado é morto com golpes de canivete durante reunião de condomínio em Lajeado

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Lajeado, amigos e familiares lamentam a morte do advogado Tadeu Pavoni, 46 anos, morador de Lajeado. Ele foi atingido com um golpe de canivete no peito no início da noite dessa terça-feira, no Bairro Hidráulica, e morreu durante a madrugada desta quarta, em atendimento no hospital. O assassino, de 23 anos, foi preso em flagrante pela Brigada Militar (BM).

Ainda não há informações sobre a motivação do crime, que ocorreu durante uma reunião de condomínio no Bairro Hidráulica. A OAB publicou uma nota de pesar, ressaltando que Tadeu era membro do Tribunal de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Rio Grande do Sul e também atuou como Conselheiro e Secretário Geral da Subseção de Lajeado em diretorias passada.

Leia a nota na íntegra

“É com profundo pesar que comunicamos o falecimento do Dr. Tadeu Pavoni, OAB/RS 66.170, prestando solidariedade aos familiares e amigos. O Dr. Tadeu era membro do Tribunal de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Rio Grande do Sul e também atuou como Conselheiro e Secretário Geral da Subseção de Lajeado em diretorias passadas”.

Saiba mais

A BM recebeu uma ligação pelo telefone 190, no fim da tarde dessa terça-feira, na qual populares relatavam que o jovem havia desferido um golpe com canivete no peito da vítima, durante reunião de condomínio no pátio de um prédio.

Antes, ele ainda atirou uma flecha nas pessoas que participavam da reunião, não atingindo ninguém. Foi aí que ele usou de um canivete para desferir um golpe no peito da vítima, acertando próximo ao coração.

O homem fugiu do local, sendo visualizado e alcançado pelos os policiais militares a algumas quadras do local do fato, na Rua Bento Rosa. No momento em que este tentava pular o muro de uma residência foi contido pelos policiais.

Com ele foi localizado o canivete (sujo de sangue). Ele informou a localização do equipamento utilizado para atirar a flecha nos inquilinos do condomínio, a qual estava na janela de sua residência.

Foi localizada na residência dele um simulacro de pistola, um facão, a besta e 08 flechas. Diante dos fatos foi dada voz de prisão ao indivíduo e encaminhado a Delegacia de Polícia para providências legais. O preso já possuía antecedentes criminais por ameaça, roubo a estabelecimento comercial, receptação, porte ilegal de arma de fogo e roubo a pedestre.

A motivação do crime ainda não foi divulgada.

Informações Agora no Vale.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo