Governo Leite encaminhará aumento da alíquota básica do ICMS de 17% para 19,5%

O governo do Rio Grande do Sul encaminhará, nesta quinta-feira (17), proposta de aumento da alíquota básica do ICMS de 17% para 19,5%. A medida, que deve ser apresentada pelo governador Eduardo Leite em manifestação pública, às 9h, é justificada pelo impacto da Reforma Tributária, aprovada pelo Senado no último dia 9, as informações são do Jornal Correio do Povo.

Segundo projeções apresentadas aos parlamentares, o aumento da alíquota deve gerar uma arrecadação extra de R$ 1,8 bilhão para o Estado. O valor seria utilizado para compensar a perda de receita prevista com a Reforma Tributária, que prevê a redução da alíquota do ICMS para 12% nas operações interestaduais.

A medida deve ser adotada também por outros estados do Sul e do Sudeste. Na última semana, governadores dessas regiões divulgaram carta criticando a versão final da PEC da Reforma Tributária aprovada pelo Senado.

O texto aprovado inicialmente pela Câmara, em julho, era mais palatável aos estados dessas regiões, pois não previa a redução da alíquota do ICMS para 12% nas operações interestaduais.

No Rio Grande do Sul, a alíquota básica do ICMS foi reduzida de 18% para 17% em 2020, por meio da publicação de decreto. O percentual de 17% era o que estava em vigência antes das majorações de 2015 nas alíquotas de combustíveis, energia elétrica e telecomunicações.

O aumento da alíquota do ICMS deve gerar aumento nos preços de produtos e serviços no Estado.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Podemos exibir anúncios para você?

Parece que você está usando um bloqueador. A exibição de conteúdo publicitário contribui para fazer a informação chegar a você, de forma fácil e gratuita. Por favor, libere a exibição de anúncios para liberar a visualização da notícia.