Bebê morre após ser atingido por celular jogado pelo pai em discussão com a esposa

Um menino de 2 meses de vida morreu após ser atingido, a princípio, por um celular jogado pelo próprio pai na tentativa de atingir a esposa, em Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. O homem não foi preso e prestou depoimento à Polícia Civil espontaneamente.

“Ele pode ser indiciado por lesão corporal seguida de morte, como ele prestou socorro levando o menino para o hospital, a intenção pode ter sido lesionar e não matar”, esclareceu a delegada Samya Barros.

O g1 não localizou a defesa do homem para se manifestar sobre a morte do filho até a última atualização desta reportagem.

A delegada disse nesta segunda-feira (3) que pediu perícia no corpo, porque há suspeita de que as lesões são incompatíveis com lesões culposas, quando não há intenção de machucar.

Discussão

De acordo com a versão da mãe, eles estavam discutindo em casa, na madrugada da última quinta-feira (29), e ela decidiu ir dormir, para encerrar o bate-boca.

O pai estava com o filho no colo. Nervoso, ele colocou o menino num bebê conforto e, depois, ao lado da mãe, que estava deitada na cama.

O homem pegou o celular da esposa e leu mensagens que não teria gostado. Para quebrar o aparelho, ele jogou em direção à mulher, mas atingiu o filho.

A criança ficou internada, mas morreu no sábado (1º) em razão dos ferimentos na cabeça.

A delegada ressaltou que o relacionamento do casal estava conturbado há algum tempo. A mulher, inclusive, desenvolveu depressão e contou que evita discutir com o marido.

Fonte: G1

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios