Jovem veranense precisa de auxílio da comunidade para custear tratamentos e cirurgia após AVC

Desde o dia 21 de maio, Daniel Paludo Tedesco e sua família vêm enfrentando muitas batalhas em busca da recuperação

O jovem veranense Daniel Paludo Tedesco, 24 anos, sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) no dia 21 de maio deste ano. Até agora, já foram realizados diversos procedimentos complexos, além de muitos dias na UTI em recuperação. Nesta quinta-feira (22) será realizada a cirurgia para recolocar a calota craniana, que precisa ser feita o quanto antes, a fim de não comprometer ainda mais a recuperação de Daniel.

A fim de auxiliar nos custos com os tratamentos e procedimentos cirúrgicos, familiares e amigos criaram uma vaquinha online (clique aqui e ajude) para arrecadar o valor de R$ 100 mil. A busca é constante pela recuperação, atendimentos com fisioterapeutas e fonoaudiólogas, por exemplo, estão sendo realizados.

Conheça um pouco da batalha

Daniel estava fazendo uma trilha de motocicleta quando sofreu o AVC durante a tarde de um sábado, dia 21 de maio. Foi encaminhado ao Hospital Comunitário São Pelegrino Lazziozi, em Veranópolis. No final do dia seguinte, foi transferido para o Hospital Pompéia de Caxias do Sul, onde passou pela cirurgia da retirada da calota craniana. O jovem ficou cerca de 17 dias na UTI, nesse tempo ele enfrentou meningite, passou por duas bactérias e pneumonia. Quando teve alta do tratamento intensivo, ficou mais 12 dias internado no hospital.

Após, retornou para sua casa em Veranópolis, onde teve sessões de fisioterapia e fonoaudiologia. Depois disso ficou no Umani – Instituto de Recuperação Cognitiva e Funcional em Passo Fundo, por 30 dias. Somente neste período de tratamento, foram gastos mais de R$ 30 mil, sem incluir outros custos com medicamentos e exames, por exemplo.

O procedimento desta quinta-feira (22), da recolocação da calota craniana, custará R$ 30 mil, entre a parte médica e a hospitalar. O irmão, Ivan Paludo Tedesco, afirma que após essa cirurgia será necessário longo período de tratamento na clínica, onde serão feitos eletrochoques para reativação de neurônios.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios