Familiares e amigos lembram os 7 dias da morte de Fernando, vítima de acidente de trabalho em Veranópolis

Um grave acidente de trabalho interrompeu a vida de Fernando Ferreto, aos 45 anos no dia 31 de agosto. Na ocasião ele sofreu uma queda de um andaime, nas proximidades da Coréia e Sagrado Coração de Jesus e faleceu na manhã do último sábado, dia 10 de setembro, as informações são do Jornal O Estafeta.

Conforme depoimentos de pessoas próximas, Fernando era um homem brincalhão, divertido e que estava sempre disponível para ajudar quem precisasse a qualquer hora. “Uma pessoa que sempre se deu bem com todos, brincalhão, eu dizia, um ‘doido’, porque se ele precisava se jogar no chão para brincar ele brincava”, descreve o cunhado Ariovaldo Ribeiro.

Na cerimônia de despedida realizada na comunidade de Santa Lúcia, interior de Fagundes Varela, na mensagem ele foi descrito assim: “Era um jovem que sonhava, e tinha muito para conquistar! Fernando deixou uma Família linda, a esposa Maristela, os filhos de coração Maquelem, Vanderlan e Mirella, os netos Heloísa e Lorenzo, o pai Antônio e mãe Lurdes, as irmãs Fabiane e Flávia, sobrinhas Maria Eduarda e Ana Carolina, a sogra Tereza, genros Sidnei e Vanderlei, cunhados e cunhada”.

Fernando estava com a esposa há 24 anos e o cunhado relata que ele era extremamente parceiro da companheira. “Festas, bailes, lugares, combinavam e iam; eles sabiam aproveitar a vida juntos”, detalha.
Ferreto assumiu também o papel de pai dos três filhos pequenos que Maristela tinha de um casamento anterior. “Ele não teve filhos de sangue, mas teve três filhos de coração, e ele amou e foi amando, ajudou e foi ajudado, com carinho educou e assumiu com responsabilidade, com certeza a família e todos tem orgulho dele”, relata Ariovaldo.

Ainda, na mensagem de despedida, foi relatado: “Fernando, você sempre foi um lutador, sempre batalhou pela sua família, pelos seus sonhos, e sabemos o quanto você lutou pela sua vida. Você lutou até onde as suas forças permitiram, você não desistiu de viver. Como um bom guerreiro que é, você aceitou que era hora de acabar a guerra, porque não podemos desafiar o destino. Você merecia o seu troféu e o seu descanso. Nós temos muito orgulho de você”.

“Certamente ele vai deixar saudades, mas Deus reservou um lugar lindo para ele lá no céu”, finalizou Ariovaldo.

As missas de sétimo dia de falecimento serão celebradas no próximo sábado, dia 17, às 17h na Igreja Matriz de Vila Flores, no domingo, dia 18, às 10h30min, na comunidade de Santa Lúcia, em Fagundes Varela e, no domingo, 25, às 19h, na comunidade de Santo Expedito, em Veranópolis.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios