Operação integrada investiga suposto escritório do crime organizado dentro do presídio regional de Caxias do Sul

Na noite da última quinta-feira (11), a partir das 19h, a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), vinculada à Secretaria da Justiça e Sistemas Penal e Socioeducativo (SJSPS), realizou uma grande operação na galeria A do Presídio Regional de Caxias do Sul (PRCS), para cumprimento de mandado de busca e apreensão de materiais ilícitos.

A ação marca uma das primeiras operações do Grupo de Intervenção Rápida (GIR) da 7ª Delegacia Penitenciária Regional (DPR), o que, segundo o diretor do Departamento de Segurança e Execução Penal da Susepe (DSEP), Vagner Cogo, “estabeleceu um novo patamar de atuação, uma pronta resposta necessária, para situações como essa, que exigem presteza e agilidade”.

Na operação, as 212 pessoas presas da galeria foram colocadas no pátio, para uma revista geral na galeria, que resultou na apreensão de diversos celulares, drogas, dinheiro e um notebook.

Participaram da operação dois agentes da 7ª DPR, 10 policiais penais da Região, 29 agentes do GIR-7, 52 policiais civis, um agente da Agência Regional de Inteligência Penitenciária e um cão farejador, do canil da 7ª Região.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios