Geral

Nova York decreta estado de emergência para conter a Covid-19

A governadora de Nova York, Kathy Hochul, decretou, nesta sexta-feira (26), estado de “emergência de desastre” devido às taxas crescentes de infecção e hospitalização em decorrência da Covid-19.

A determinação surge no momento em que os Estados Unidos decidiram impedir a entrada de viajantes de oito países do sul da África a partir da próxima segunda-feira (29).

As restrições de viagem aplicam-se a África do Sul, Botsuana, Zimbábue, Namíbia, Lesoto, Essuatíni, Moçambique e Maláui e não proíbem voos nem se aplicam a cidadãos dos EUA e residentes legais.

De acordo com o presidente Joe Biden, a medida leva em conta a descoberta da variante Ômicron, que foi considerada “preocupante” pela OMS (Organização Mundial da Saúde) devido ao potencial para ser até mais transmissível que a Delta, cepa predominante no mundo.

A Ômicron representa um novo desafio para Biden, que teve um sucesso misto ao vacinar americanos após um retrocesso por motivos políticos. Ele também enfrenta críticas de especialistas internacionais em saúde e líderes estrangeiros por não enviar vacinas para países mais pobres.

Nenhum caso da Ômicron foi identificado nos Estados Unidos até o momento, de acordo com o CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças). A agência reguladora espera identificar a variante B.1.1.529 rapidamente caso ela surja no país.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios