EsportesStudio Sports

Inter sendo Inter – Internacional 1×3 Vitória (Copa do Brasil – 3ª Fase)

O mais difícil nós conseguimos, perder para o poderoso Vitória!

Jogo teoricamente fácil, classificação na mão, todos ingredientes para o torcedor do Inter saber que poderia ter alguma surpresa…

Depois de várias reuniões para retomar os rumos da temporada, para fazer mudanças pontuais, o que se imaginava era um Inter diferente, com mais vontade, com mais imposição, mas infelizmente com esse grupo de jogadores perdedores, não vamos muito longe.

Ocorreram as mudanças que tanto se falou. Mudou a escalação, que na minha opinião foi acertada. Mudou o esquema, que tanto os jogadores queriam, dando mais liberdade aos meias, só não mudou o principal: a mentalidade!

Acredito que fizemos um bom primeiro tempo, pressionamos o adversário, criamos várias chances de gol, que não conseguimos convertê-las e a pressão aumentou para o segundo tempo.

Imagens: Sport Club Internacional, divulgação

Veio aparte final e o time piorou. Pedro Henrique foi expulso, o Inter cansou e quem começou a pressionar foi o Vitória. O Inter até chegou a empatar o jogo, mas a falta de confiança puniu e tomamos a virada e, por consequência, estamos fora da Copa do Brasil!

Sinceramente, quando vemos uma luz no fim do túnel, infelizmente é o trem que vem e passa por cima. Mandar embora o treinador, volto a falar, na minha opinião, não deveria acontecer, mas no momento acredito que seja a única solução.

Não temos dinheiro para mandar jogadores embora e contratar, então sobrou para o Ramírez.

Temos um jogo agora extremamente complicado contra o Bahia, que precisamos vencer e eu não acredito nisso.

Veremos os próximos capítulos…

COMO JOGARAM:

Daniel – É melhor que Lomba. Precisa ganhar sequência – 5,0

Saravia – Ainda sem ritmo de competição, precisa evoluir – 5,0

Pedro Henrique – Está no esporte errado. O resultado passou por ele – 0,0

Cuesta – Está abaixo do que já rendeu – 5,0

Moisés – Não desistiu, correu até o final, mas só correr não adianta – 6,0

Johnny – Merece a sequência. Marcou o único gol do time – 7,0

Edenilson – Sempre some nos momentos que precisamos dele. Deveria ir embora – 4,0

Taison – Máximo respeito a ele. Botou a cara a tapa na coletiva – 7,0

Patrick – Está abaixo, não correu, perdeu chances de gol, outro que poderia ir embora – 5,0

Thiago Galhardo – Seleção subiu a cabeça, joga pouco – 5,0

Yuri Alberto – Perdeu a chance de abrir o placar, teria mudado a história do jogo – 5,0

Maurício – Entrou e pouco fez, o time já estava uma bagunça – 6,0

Caio Vidal – Entrou como referência e não conseguiu jogar – 5,0

Lucas Ribeiro – Está sempre dormindo, fraquíssimo – 3,0

Boschilia – Foi expulso, mas nada interferiu – 4,0

Martín Anselmi – Auxiliar de Ramírez, pouco fez, começou bem, mas durante a partida desorganizou – 4,0

BEZÃO COZER

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios