You dont have javascript enabled! Please enable it!

Geral Studio Sports

Desilusão – Santos 4×1 Grêmio (Copa Libertadores da América – Quartas de Final – Volta)

A Copa Libertadores da América é uma competição que não se ganha somente com qualidade. Nessa Copa, existe também uma mística que precisa ter alma, garra, entrega minuto a minuto e a tal qualidade. A Libertadores não perdoa quem não une todos estes quesitos. E, um a um, fase a fase, vai derrubando e sobrando aqueles que combateram o adversário com mais fissura de ganhar.

Até na fase de grupos ela perdoa algumas indisciplinas, porque existe o tempo para acertar. Agora, nos matas, a Libertadores é cruel! Não perdoa! Pune quem ousa a não respeitar a forma como tem que jogar para ganhar essa Copa maravilhosa! Até tenta-se com palavras e discursos bonitos – “temos o melhor futebol” – mas ela não se importa com isso!

O Grêmio, contra o Santos, ousou ter essa falta de respeito com o maior Torneio das Américas. O Santos não!

O Peixe, com suas dificuldades enormes, entendeu como se joga uma Libertadores. E olha que o Tricolor tem uma experiência enorme nela. Mas faltou o respeito com o que significa jogar a Copa Libertadores…

Imagens Grêmio FPBA, divulgação

E o que aconteceu nesta Quartas de Final? O Santos trucidou o Grêmio na vontade, na fissura, na qualidade e no placar, foi 4 a 1 inapelável, vergonhoso e constrangedor. Poderia ter sido mais…

A eliminação mostrou que nem sempre se ganha quando quer, quando acha que tem o melhor futebol e quando não tem o suor no rosto.

Nós, como gremistas, estamos desiludidos, porque achávamos que poderíamos ganhar. E acho que poderíamos mesmo. Porém, para ganhar uma Libertadores não basta achar, tem que querer e tem que mostrar. Em todos os jogos e em todos os minutos da partida. E, infelizmente, o Tricolor não mostrou que queria ganhar, ao menos, essa!

COMO JOGARAM:

Vanderlei – Não tenho confiança nele – 5,0

Orejuela – Saiu machucado – 5,0

David Braz – Não pode jogar quando Kannemann está à disposição – 4,0

Geromel – Sucumbiu com o sistema defensivo – 6,0

Diogo Barbosa – Muito mal no duelo com Marinho – 4,0

Darlan – Não esteve bem – 5,0

Matheus Henrique – Estava fora do jogo psicologicamente – 5,0

Jean Pyerre – Entregou um gol e perdeu outro feito – 4,0

Luiz Fernando – No máximo uma opção para o final de jogo – 4,0

Pepê – Tentou, mas não jogou – 5,0

Diego Souza – Não tentou – 4,0

Thaciano – Fez o gol de honra – 6,0

Victor Ferraz – Não contribuiu muito – 5,0

Pinares – Não está adaptado ao estilo do Grêmio – 5,0

Churín – Suou o uniforme apenas – 5,0

Ferreira – Não pode ser reserva – 6,0

Renato Portaluppi – Precisa apender a falar menos e pensar melhor os jogos importantes – 5,0

SAMUCA SCARTON

📰 Quer receber as notícias da Studio no seu WhatsApp? Então faça parte de nosso grupo. Caso queira receber nossas notícias no Telegram, assine nosso canal.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

error: Este conteúdo é protegido