Geral

Secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente esclarece nova lei que pretende punir quem utiliza água de forma irracional

Nesta segunda-feira (30) o Secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Romeo Mattielo Tedesco, conversou com a Studio sobre a nova lei que pretende punir quem utiliza água de forma irracional.

Ele afirma que a ideia surgiu da própria Secretaria de Meio Ambiente, e possui como objetivo fazer com que as pessoas utilizem de forma racional a água potável, não somente em momentos de estiagem. A medida foi encaminhada para a Câmara de Vereadores, e espera a aprovação. Nesta semana, na próxima sessão, haverá a discussão da lei.

Nesta lei consta que as pessoas podem ser notificadas ou até multadas, com valores de até 800 reais, pelo uso indevido da água. A fiscalização estará realizando este controle. É importante também que a própria população realize denúncias caso veja o desperdício de água. O contato pode ser pelos canais da prefeitura ou da Corsan. Ele reiterou que as calçadas e carros podem ser lavadas, mas deve ser usada água reaproveitada da chuva para esse fim, e não água potável.

Por fim afirmou “a legislação vem com este objetivo de conscientizar as pessoas”, esclarecendo que estas medidas punitivas e de controle buscam que as pessoas usem de forma consciente a água em todos os momentos do ano. Além disso afirmou “se alguém tem dúvida de que o problema é sério, dirija-se ao rio Retiro para poder olhar com os próprios olhos que não é exagero, o rio está seco”, e completou, “é importante que a água seja usada apenas para coisas essenciais”

Quanto a medidas a longo prazo, o Secretário afirmou que está sendo planejado uma possibilidade junto a Corsan para que seja feita mais uma barragem e que seja furado mais um poço artesiano para ser usado em casos de emergência.

Confira a entrevista completa

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios