Geral

PRF prende empresário envolvido em assalto a ônibus na Grande Curitiba

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), em uma ação conjunta com outros órgãos de segurança pública, prendeu na manhã deste sábado (22) um empresário suspeito de ter participado da tentativa de assalto a um ônibus no último dia 12 em Campina Grande do Sul, região metropolitana de Curitiba. Na ocasião, três bandidos morreram após um dos passageiros, que estava armado, reagir ao crime.

O suspeito investigado, de 37 anos de idade, foi preso em um imóvel comercial de sua propriedade, às margens da BR-116. Ele era um dos dois alvos de mandados de prisão preventiva expedidos ontem (21) pela Vara Criminal de Campina Grande do Sul. Ele já havia sido preso pela PRF há cerca de seis anos, em 2014, por receptação de cargas roubadas, durante a Operação Mirante da Campina.

O segundo alvo de mandado de prisão, sobrinho do homem detido, ainda segue foragido. Tio e sobrinho aparecem em imagens captadas pelas câmeras de segurança do Hospital Angelina Caron, horas após o assalto. O sobrinho, que sofreu uma fratura no braço no dia do assalto e não foi localizado na manhã deste sábado, já foi reconhecido por algumas das vítimas da tentativa de roubo. Ele contou com a ajuda do tio também durante o resgate e fuga do local do crime.

Agentes da PRF, da Guarda Municipal de Campina Grande do Sul, da Polícia Civil e da Polícia Militar participaram das ações que levaram à identificação da dupla envolvida na tentativa frustrada de assalto.

A área de inteligência da Polícia Rodoviária Federal, de forma integrada com os demais órgãos policiais, segue trabalhando para identificar e prender outras quadrilhas envolvidas em assaltos a ônibus no estado. Quem tenha eventuais informações sobre envolvidos nesse tipo de crime pode fazer denúncias, inclusive de forma anônima, através do telefone 191.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios