You dont have javascript enabled! Please enable it!

Geral

Entidades discutem estratégias de combate ao cascudo serrador no RS

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação, junto com a Associação Gaúcha de Empresas Florestais (Ageflor) e a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), estão dialogando para elaborar estratégias de combate ao cascudo serrador, uma espécie de inseto que ataca florestas de acácias- negras, árvores utilizadas para extração de tanino, celulose e produção de carvão.

Nesta semana, servidores do Departamento de Diagnóstico e Pesquisa Agropecuária (DDPA) e o Departamento de Defesa Agropecuária (DDA) da Secretaria, mais as empresas Seta e Tanac e o Departamento de Engenharia Florestal da UFSM visitaram áreas infestadas pelo cascudo serrador nas regiões de General Câmara, São Jerônimo, Butiá e Encruzilhada do Sul.

De acordo com o engenheiro florestal da Secretaria da Agricultura, Jackson Brilhante as florestas de acácia-negra apresentam grande importância social, por serem plantadas em pequenas propriedades. “Em média, estima-se que haja perda entre 20 a 35% na produtividade de madeira com o ataque da praga. Em alguns casos, a perda pode ser de 100% da área”, alerta.

O Rio Grande do Sul é o maior produtor brasileiro de acácia-negra. A cultura foi implantada no estado há cem anos, em 1918.

ATENÇÃO! Quer continuar receber as notícias da Studio no seu WhatsApp? Então clique aqui e faça parte do novo grupo. Os grupos antigos deixaram de funcionar devido a uma atualização do WhatsApp.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

error: Este conteúdo é protegido