Entenda por que o Guaíba estabiliza e a enchente vai durar ainda muito

O nível do Guaíba apresentou sinais de estabilização nesta terça-feira (14), após subir consideravelmente na segunda-feira (13). No início da noite de terça, a régua do Cais Mauá registrava 5,22 metros, abaixo do pico superior a 5,30 metros atingido no início do mês.

A estabilização é atribuída à combinação de dois fatores: o pico da vazão do Rio Taquari, segundo maior contribuinte do Guaíba, ter sido atingido na terça-feira, e a intensificação do vento Sul, que contribui para drenar a água.

Apesar da estabilização, a MetSul Meteorologia adverte que as inundações em Porto Alegre devem persistir por um longo período, possivelmente até o início de junho. Isso se deve ao nível extremamente alto do Guaíba, que ainda está 3,20 metros acima da cota de cheia e 2,20 metros acima da cota de transbordamento.

Segundo a MetSul, mesmo que o nível do Guaíba caia abaixo da cota de transbordamento no final deste mês ou em junho, ainda haverá áreas alagadas na cidade. A grande quantidade de água que invadiu a zona urbana de Porto Alegre precisará ser drenada, o que levará tempo.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Podemos exibir anúncios para você?

Parece que você está usando um bloqueador. A exibição de conteúdo publicitário contribui para fazer a informação chegar a você, de forma fácil e gratuita. Por favor, libere a exibição de anúncios para liberar a visualização da notícia.