Vinícola da Serra Gaúcha usa fogueiras para salvar vinhedos da geada

O dono de uma vinícola em Pinto Bandeira, na Serra Gaúcha, usou uma técnica pouco usual para salvar seus vinhedos da geada na madrugada desta sexta-feira (25). Daniel Geisse, da vinícola Família Geisse, fez centenas de fogueiras para aumentar a temperatura média dos vinhedos.

Segundo Geisse, foi colocado um ponto com fogo a cada 5 metros. Foram aproximadamente 50 fogueiras por hectare, em um total de 40 hectares. A técnica provoca uma espécie de camada de inversão térmica, que impede que a geada, que vem de baixo para cima, possa subir e congelar os brotos.

“Estamos na época de formação dos brotos, e, se forem atingidos pela geada, congela e impede a produção”, explica Geisse.

A técnica é usada na Europa, pois é difícil aumentar a temperatura em um ambiente frio. O fogo ajuda a manter a temperatura média do vinhedo acima de 0ºC. De acordo com Geisse, eles conseguiram aumentar de 2ºC a 3ºC a temperatura próximo ao solo.

Com informações do Portal G1.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido