Lula ficou “um pouco desolado” com o estado do Palácio da Alvorada, diz a primeira-dama Janja

A primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, relatou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficou “um pouco desolado” ao entrar no Palácio da Alvorada – residência oficial do chefe do Executivo federal –, em Brasília.

“Ele ficou um pouco desolado. Ele morou um ano e meio com a Dona Marisa na Granja do Torto para pode fazer uma grande reforma [no Alvorada]. As obras foram restauradas, foi tudo deixado perfeito para, em menos de dez anos, estar nesse estado”, afirmou Janja.

Ela recebeu na quinta-feira (05), pela primeira vez, uma equipe de reportagem no Palácio da Alvorada e criticou o estado de conservação do local. A primeira-dama percorreu todo o palácio e disse que vai fazer um inventário de todos os móveis, utensílios e obras de arte.

“O que a gente percebe é a falta de cuidado, de manutenção. Os pés dos móveis, que são de latão, não estão polidos. Os móveis não são os originais. A gente vai tentar recuperar isso”, afirmou Janja.

“A Presidência da República tem um depósito de móveis e vamos ver o que foi para lá. Tem muitos objetos que foram transportados de um lado para o outro, daqui para o Jaburu. Então, a gente precisa localizar esses objetos”, concluiu.

O novo ministro da Secretaria Especial de Comunicação Social, Paulo Pimenta, também afirmou que Bolsonaro entregou o imóvel de ”qualquer jeito”.

“Normalmente, o inquilino que sai, até mesmo a imobiliária, o proprietário, tem que fazer vistoria para entregar, mas aqui não tem esse negócio da vistoria. Entregaram de qualquer jeito. Não tem uma imobiliária para ver que condições foram entregues”, afirmou o ministro.

Entre as peças apontadas pela primeira-dama como danificadas está a obra “Músicos”, de autoria do pintor e muralista Di Cavalcanti, encomendada por Oscar Niemeyer, arquiteto que projetou a capital federal.

Informações O Sul.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Podemos exibir anúncios para você?

Parece que você está usando um bloqueador. A exibição de conteúdo publicitário contribui para fazer a informação chegar a você, de forma fácil e gratuita. Por favor, libere a exibição de anúncios para liberar a visualização da notícia.