Frente quente se forma com chuva forte, raios e granizo

Uma frente quente se organiza entre o Uruguai e o Rio Grande do Sul com chuva e temporais isolados com potencial de granizo e vento forte isolado. O sistema frontal quente se forma com o avanço de ar mais quente a partir do Norte da Argentina e o Paraguai que, ao encontrar uma massa de ar mais frio ao Sul, forma nuvens carregadas entre o território gaúcho e o Uruguai, as informações são da Metsul.

O ar quente é trazido por uma corrente de jato em baixos níveis da atmosfera que se origina na Bolívia e no Centro-Oeste do Brasil. A temperatura superou a marca dos 30ºC na tarde de hoje no Noroeste gaúcho. Os termômetros indicaram 31,1ºC em Porto Xavier e 30,8ºC em Santa Rosa.

A temperatura chegou a 35ºC na tarde de hoje em Las Lomitas, província de Formosa, no Norte da Argentina, sob a influência do ar quente associado à corrente de jato em baixos níveis. Já no Paraguai, a temperatura chegou à marca de 38ºC no departamento de Concepción. Em Luque, no aeroporto de Assunção, fez 32,4ºC.

Em Porto Alegre, mesmo com a dissipação da nebulosidade baixa gerada por inversão térmica pelo ingresso de ar quente em altitude, o tempo seguiu predominantemente encoberto pelas nuvens associadas à frente quente. Com isso, a temperatura pouco se elevou durante o dia e a máxima atingiu apenas 17ºC.

O avanço do ar quente sobre a massa de ar mais frio formou nuvens carregadas ao longo desta terça no Oeste, no Centro e no Sul gaúcho. No interior do Alegrete, na área do Rincão São Miguel, caiu granizo. Já no Noroeste e no Norte do estado, sob influência do ar seco e quente, o tempo permaneceu aberto, o que favoreceu a elevação da temperatura com a tarde quente.

No Uruguai, as nuvens carregadas provocaram queda de granizo. Forte precipitação de granizo atingiu o departamento de Artigas com muito gelo na localidade de Bella Unión, que faz fronteira com o município gaúcho de Barra do Quaraí.

O tempo vai seguir instável nesta noite pela atuação da frente quente no Centro, no Oeste e no Sul gaúcho. Alguns modelos numéricos, que indicavam chuva na área de Porto Alegre apenas na quinta, passaram a indicar chance de instabilidade na região da capital nesta noite.

FRENTE QUENTE TRAZ MAIS CHUVA E GRANIZO NESTA QUARTA-FEIRA

Frente quente atua no Oeste e no Sul do Rio Grande do Sul nesta quarta-feira com muita nebulosidade e chuva. Pode chover localmente forte com raios e granizo. A fronteira com o Uruguai, parte da Campanha e o Sul gaúcho devem ter a instabilidade mais forte ao longo do dia.

Nestas regiões, devido à instabilidade, pouca variação de temperatura que se mantém baixa. Na faixa central do Estado, muitas nuvens com aberturas em alguns pontos. Mais ao Norte e ao Noroeste do Rio Grande do Sul, a influência do ar seco e quente traz outro dia de sol com vento Norte e temperatura elevada à tarde, inclusive com calor em alguns municípios.

No Uruguai, a quarta-feira vai ser de intensa instabilidade. As nuvens mais carregadas e com o maior potencial de chuva forte vão estar sobre o país vizinho. É altíssima a probabilidade de granizo. O território uruguaio deve registrar ainda alta frequência de raios no decorrer do dia, especialmente em departamentos ao Norte do Rio Negro.

Os volumes de chuva decorrentes da frente quente e no segundo momento da frente fria vão ser altos no Sul gaúcho. Os acumulados podem ser muito elevados em especial no extremo Sul do estado entre Jaguarão, o Chuí e a reserva do Taim.

FRENTE FRIA AVANÇA NA QUINTA

A frente quente deve se converter em frente fria ao avançar pelo Rio Grande do Sul no decorrer da quinta-feira. O estado terá muitas nuvens, mas o sol chega a aparecer com nuvens, vento Norte e ar quente no Norte e no Nordeste gaúcho antes da virada do tempo. Com o avanço da frente, a chuva será generalizada. A atuação de uma área de baixa pressão sobre o território gaúcho reforça o risco de temporais isolados de vento forte e granizo.

A instabilidade frontal na quinta não deve se limitar ao Rio Grande do Sul. O sistema progride pelo Sul do Brasil e atingirá outras regiões. O deslocamento da frente fria deve levar chuva mais em pontos do Oeste e do Meio-Oeste catarinense, em especial, e ainda em cidades do Sudoeste do Paraná. Na sexta, a chuva atinge mais áreas dos estados catarinense e paranaense.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios