VÍDEO: Cão é amarrado e arrastado por carro em Santa Catarina

A Polícia Civil está em busca do responsável por amarrar um cachorro e  arrastá-lo pelo bairro Estação Cocal, em Morro da Fumaça, no Sul catarinense, enquanto dirigia. As cenas de maus-tratos foram registradas na última sexta-feira (13) por uma câmera de segurança.

Como mostram as imagens, o cachorro foi amarrado com uma corda na traseira de uma caminhonete e puxado pelas ruas da localidade. A polícia ainda não identificou o possível autor nem obteve informações sobre o estado de saúde do animal.

“Estamos desde segunda-feira (16) realizando uma investigação com a finalidade de identificar esse indivíduo. Ele teria arrastado um cachorro com a caminhonete naquele bairro. Estamos fazendo todas as diligências, com o intuito de identificar e buscar a responsabilização criminal dele perante o Poder Judiciário”, afirma o delegado Ulisses Gabriel.

Pena

Em Santa Catarina, a multa para quem comete algum tipo de crueldade contra animais, desde 2021, é de R$ 10 mil a R$ 12 mil, nos casos graves. As infrações consideradas gravíssimas podem custar até R$ 20 mil. Antes, o valor ficava entre R$ 500 e R$ 1 mil.

Crimes contra os animais também estão previstos na legislação federal. A pena é de detenção de três meses a um ano para quem abusar, maltratar, ferir ou  mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.

Quando se tratar de cão ou gato, a pena será de reclusão de dois a cinco anos, multa e proibição da guarda.

Informações ND+.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios