“Medalha Femaçã” homenageará pessoas que prestaram serviço de relevante interesse público em Veranópolis; confira os agraciados

A “Medalha Femaçã”, criada em 2021 via Lei Municipal 7.770/2021, para homenagear as pessoas físicas e jurídicas que prestaram serviço de relevante interesse público e social ou desempenharam função pública, social e de divulgação a bem do interesse do município de Veranópolis apresenta a primeira leva de homenageados que receberão a honraria no próximo dia 31 de maio, às 19h, na Casa da Cultura Frei Rovílio Costa.

Confira a lista de homenageados e os vereadores responsáveis pelas indicações:

  • Ademar Moro (autor vereador Cristiano Valduga Dal Pai)
  • Nerceu Mário Piccoli (autor vereador João Guilherme Mazetto)
  • Domingos Costella (autor vereador João Guilherme Mazetto)
  • Nereu Antônio Falcade (autora vereadora Maria de Lourdes Scopel Gregol)
  • Dalino Pessin (autora vereadora Maria de Lourdes Scopel Gregol)
  • Jane Lourdes Dal Pai Giugno (autora vereadora Mara Lourdes Garib Guzzo)
  • Eugênio Edevino Zanetti (autor vereador Cristiano Valduga Dal Pai)
  • Ivone Piroca Turra (autora vereadora Mara Lourdes Garib Guzzo)
  • Alice Hoffmann Peruffo (autora vereadora Adriane Maria Parise)
  • Marli Fabbi Cristianetti (autora vereadora Adriane Maria Parise)
  • Zairo Gilioli (autor vereador Rodrigo Felipe Angonese Costa)
  • Juliano Carlos Mercali (autor vereador Rodrigo Felipe Angonese Costa)

A “Medalha do Mérito Legislativo”, denominada “Medalha Femaçã” é um projeto encaminhado pelo vereador Cristiano Valduga Dal Pai e que fora apreciado e aprovado por unanimidade pelos edis em 2021. O prêmio é concedido anualmente e cada vereador pode indicar dois nomes para receber a honraria em projetos que são votados e devem ser aprovados até dezembro do ano anterior a premiação. A exceção foi em 2022, pois o prazo foi estendido até fevereiro do mesmo ano.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Um Comentário

  1. Começaram a torrar o R$ 1.000.000,00 de reais. Espero que pelo menos todas as atrações sejam gratuitas. Dividindo esse valor entre os 25.000 habitantes daria R$ 40,00 reais por habitante, e mais ou menos o equivalente a uns R$ 200,00 por família, . É muito dinheiro para uma cidade pequena torrar em um único evento. Deveriam criar uma outra festa que representa-se mais amplamente a região. Uma festa da maçã onde o que menos tem aqui é maçã, é muito contraditório. Em minha mente agora vem no mínimo uns 15 tipos de eventos que dariam 10 vezes mais lucro se fossem investidos estes mesmos R$ 1.000.000,00. Poderiam trazer alguma banda internacional de Rock, posso citar algumas, mas vamos deixar assim, garanto que este dinheiro paga o cachê estrutura, equipamentos e ainda sobra, depois é só cobrar 10X mais o valor do ingresso e encher a Fêmaça ou até mesmo o estádio David Farina. Creio que fica a proposta para os próximos Vereadores e Prefeito, criar uma Festa que seja inovadora e principalmente não precise utilizar recursos públicos para ser realizada e ainda gere algum lucro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios