Geral

Pessoas com suspeita ou confirmação de Covid-19 devem restringir contato com animais, diz SES

A SES explicou que um pequeno número de infecções em animais já foi relatado em diversos países do mundo

Após o relato de que uma gata testou positivo para o novo coronavírus em Caxias do Sul, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) emitiu uma nota com informações sobre contaminação de animais domésticos e a relação com humanos. Conforme a SES, a recomendação é de que pessoas com suspeita ou confirmação de Covid-19, devem restringir o contato com animais mamíferos, incluindo aqueles de estimação. Se houver a suspeita de infecção nos animais, os mesmos devem permanecer em isolamento e um veterinário deve ser consultado.

A SES explicou ainda que um pequeno número de infecções em animais já foi relatado em diversos países do mundo. “Várias espécies animais provaram ser suscetíveis à infecção com SARS-CoV-2, tanto naturalmente quanto/ou por infecção experimental. Nenhuma espécie animal, no entanto, foi descrita como de importância epidemiológica na transmissão da doença ou na manutenção da pandemia”, explicou a nota.

O parecer detalhou ainda que não há como afirmar que os animais sejam mais suscetíveis a alguma variante específica. “Com base na informação limitada disponível até o momento, não é possível afirmar que eles sejam mais suscetíveis a alguma variante especifica. Um pre print recente relata a infecção de cães e gatos pela variante do reino Unido (B.1.1.7). Todos os animais relatados neste estudo se recuperaram da doença e nenhum desses animais foi envolvido em transmissão para humanos. Neste caso, todos os proprietários que tiveram Covid-19 apresentaram sintomas antes de seus pets”.

O mesmo aconteceu com a gata de Caxias do Sul. Os donos do animal doméstico testaram positivo para Covid-19 antes do felino. “Conforme determina o Código Sanitário de Animais Terrestres em relação a doenças emergentes da Organização Mundial de Saúde Animal, o caso foi notificado à autoridade local de saúde animal, Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Sul e Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento”.

Com informações do Jornal Correio do Povo.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios