Geral

Homem passa três dias preso debaixo de trator após sofrer acidente em SC

Um homem de 56 anos passou 72 horas debaixo de um trator sem poder pedir por socorro e foi resgatado na tarde desta quinta-feira, 18. O fato foi registrado na Linha São Pedro, interior de Erval Velho, segundo confirmou o Corpo de Bombeiros.

A família, residente na cidade de Joaçaba, somente percebeu a ausência quando o homem não retornou para sua casa pela manhã de hoje, pois segundo o filho, que foi quem o encontrou, é comum ele permanecer no sítio, incomunicável, por até quatro dias.

Os familiares localizaram o homem em um local de difícil acesso, ele estava com a perna presa abaixo do rodado traseiro do trator.

Para realização do desencarceramento foram utilizadas ferramentas de fácil transporte, recém adquiridas pelo Corpo de Bombeiros, o que facilitou o trabalho, já que o acesso era extremamente difícil.

Uma equipe do Samu e outra do próprio Corpo de Bombeiros prestou os primeiros atendimentos a vítima ainda no local.

Sobrevivência

Os bombeiros destacaram o instinto e vontade de sobrevivência da vítima, já que ele permaneceu nessa condição por 3 dias, sob sol escaldante, chuva e noites frias. Mesmo assim, estava consciente.

O homem relatou que no período em que permaneceu debaixo do maquinário, se alimentou de abóboras que transportava e bebeu a água da chuva.

Após o resgate o paciente foi encaminhado pelo SAMU ao Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST) em Joaçaba, para cuidados médicos definitivos.

Com informações do Portal Eder Luiz

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios