You dont have javascript enabled! Please enable it!

Notícias

Comércio de Veranópolis deve permanecer fechado

Nesta sexta-feira (03), na Câmara de Vereadores de Veranópolis, ocorreu uma coletiva de imprensa, com o Prefeito do município, Waldemar de Carli e demais autoridades, para informar sobre como irão ocorrer as atividades da cidade nos próximos dias e quais medidas preventivas ao Covid-19 serão alteradas ou mantidas.

Em início da coletiva, o Prefeito da cidade começou falando que, o objetivo da reunião desta sexta-feria era a flexibilização das atividades, porém, esta ideia teve que ser alterada por conta do decreto divulgado pelo Governador do estado. Segundo ele o decreto municipal não haverá muitas mudanças e seguirá o estadual.

O prefeito divulgou, também, que, estabelecimentos comerciais não essenciais deverão atender via internet, sendo proibido as pessoas entrarem na loja. Os pet shops estão liberados para atendimento desde que o contato humano seja evitado. Indústrias e construção civis seguem funcionando, porém, com os cuidados do decreto anterior. Uma recomendação especial foi feita à indústria, é que todos seus funcionários tenham as suas temperaturas medidas antes de entrar no trabalho. Lojas de material de construção podem continuar suas vendas dentro das medidas sanitárias. Afirmou, sobre este quesito, que as lojas que além dos materiais de construção possuam outros produtos, só podem vender os materiais essenciais, com risco a fechamento de estabelecimentos caso a medida seja descumprida.

Trabalhos em relação de estética e salões de beleza, permanecem proibidos de funcionar. Cursos presenciais não devem ocorrer também. Cultos e missas, casas noturnas, academias e serviços de hotelaria estão proibidos. Quanto a este último poderá haver algumas aberturas para determinados viajantes, mas não para serviços turísticos. Lanchonetes podem usar a tele-entrega ou a modalidade de entregar a comida na porta do estabelecimento.

O Promotor de Justiça de Veranópolis, Lucio Flavo Miotto, afirmou que “o interesse coletivo deve estar acima do privado”. Afirmou, também, que muitas pessoas podem não ficar contentes com a situação, mas esta é a decisão do poder público e por isso deve ser seguida. Segundo ele, “esta guerra deve ser vencida, batalha a batalha”, por conta disso, de forma alguma, pode-se flexibilizar.

O Delegado da cidade, Tiago Baldin, afirmou, que o povo de Veranópolis está compreendendo que as medidas são importantes, porém, aqueles que não estão seguindo as indicações estão e continuarão sofrendo as sanções. Reiterou que o trabalho dos órgãos de segurança continuará acontecendo para garantir que o decreto seja cumprido.

Confira a coletiva de imprensa

Quer receber as notícias da Studio no seu WhatsApp? Então clique aqui.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

91 Comentários

Clique aqui para fazer um comentário

error: Este conteúdo é protegido