Notícias

Aulas presenciais estão suspensas em Veranópolis

Retorno do ano letivo de 2021 estava marcado para a próxima segunda-feira na maioria das instituições de ensino da cidade

As aulas presenciais terão que, novamente, ser suspensas em Veranópolis, em um momento em que uma grande esperança de retorno estava presente entre a comunidade escolar. O calendário letivo de 2021 marcava o retorno das atividades para a segunda-feira, dia 22 de fevereiro, tanto no ensino fundamental da rede municipal, como nas instituições privadas.

Com as restrições impostas pelo governo estadual, por conta do avanço do coronavírus no estado, essa volta terá que ser adiada. A secretária de Educação, Izabel Cristina Durli Menin, afirmou à reportagem da Studio que o retorno das escolas municipais não acontecerá segunda-feira. Atestou, também, que as escolas particulares seguirão o mesmo caminho.

A educação infantil, porém, ainda terá um dia de tolerância, a segunda-feira, isso porque, já foi realizado o retorno no dia 08 de fevereiro para essa faixa etária. A fim de permitir que os responsáveis se organizem, as EMEI’S receberão os jovens na segunda-feira, mas logo na terça haverá a suspensão completa das atividades. Esta organização perdurará até dia 02 de março.

Assim, em suma:

▪Escolas Municipais de Educação Infantil (creches) : no dia 22, segunda-feira ainda estarão atendendo as crianças cujo as famílias não conseguiram se organizar numa rede de apoio no final de semana para os cuidados das mesmas. A partir de terça-feira, dia 23 de fevereiro, estarão SUSPENSAS as atividades.
▪Escola de Ensino Fundamental – está CANCELADO o retorno das aulas que estava organizado para o dia 22 de fevereiro, segunda-feira.

A AVAEC Unidade Educacionais deve seguir a mesma situação que a rede municipal, visto que, também teve seu retorno da educação infantil no dia 08 de fevereiro. O Colégio Regina Coeli, que retornaria com todos os seus níveis no dia 22, também suspendeu a volta.

Cada instituição estará, nas próximas horas, entrando em contato com pais e responsáveis para alinhar todas as questões. O ensino segue ocorrendo de forma remota.

Motivo da suspensão

O RS atingiu um patamar de avanço em todos os indicadores monitorados pelo modelo de Distanciamento Controlado ainda não visto desde o início da pandemia de coronavírus. O mapa preliminar da 42ª rodada, divulgado nesta sexta-feira (19/2), trouxe 11 regiões em bandeira preta, que significa nível altíssimo, o mais crítico no que diz respeito à velocidade de transmissão da doença e capacidade hospitalar. A Serra Gaúcha enquadra-se nesse cenário.

Com isso, a educação infantil em creches e pré-escolas, o Ensino Fundamental, de anos iniciais e finais, o Ensino Médio e Técnico e o Ensino Superior (incluindo graduação e pós-graduação) só podem ocorrer de forma remota.

O ensino presencial é permitido, com restrições, atendimento individualizado e sob agendamento, apenas para atividades práticas essenciais para conclusão de curso de Ensino Médio Técnico concomitante e subsequente, Ensino Superior e pós-graduação da área da saúde (pesquisa, estágio curricular obrigatório, laboratórios e plantão), e Ensino Médio Técnico subsequente, Ensino Superior e pós-graduação (somente atividades práticas essenciais para conclusão de curso: pesquisa, estágio curricular obrigatório, laboratórios e plantão).

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

40 Comentários

  1. Tá bom adiar e a solução mais sensata do momento vidas preservadas minha neta de 5 anos nascida aqui no meu itaqui começaria segunda feira dia 22 aí em veranopolis que mora a 8 meses mas fico feliz por todos vidas importam muito que deus cuide de todos vocês boa noite

  2. Tem é mandar o governador enfiar a bandeira onde ele quiser e os prefeitos tomarem vergonha na cara e assumir o comando de seus municípios pq a nulidade suprema deixou claro que os prefeitos tem autonomia para decidir sobre seus municípios.

    1. Volmir Sanches com esse prefeito q temos em veranopolis esquece isso é do mesmo lado do governador sem vergonha q tem no nosso estado, agora não se vê professores reclamar né , receber se. Se estressa deve ser muito bom, sem conta q querem vacina presidiário antes de todos

  3. Bem feito pro povo que se acha imuni agora que ta em bandeira preta querem ficar chorando mais pergunta se fucam em casa nao ne pse agora so fica quieto e pronto se ta assim é culpa de todos nois que nao respeitamos

  4. Isso nao e nenhuma novidade pois do jeito q ta nao era preciso nem ter comunicado q ia ter uma semana aula e outra as crianca em casa pois. Ia ser uma bagunca entao assim fico melhor mesmo fica todos em casa ja q ta feio a situacao do covid.

    1. Cemadar Chiaradia a culpa é dos governantes que tiveram tempo e não se prepararão, agora querem jogar a conta em cima do povo!
      Não concordo com aglomeração pois o vírus tá aí, mas o povo precisa trabalhar o povo precisa tô ar a sua vida!
      Respeito a sua opinião

    2. Cemadar Chiaradia realmente muitos não colaboram!!!!! Iniciamos as aulas com todos protocolos e muuuuito bem preparadas!!! Recebemos do poder público tudo que era necessário mas muitas famílias chegavam trazendo e buscando suas crianças sem máscaras e com várias familiares… alguns até querendo deixar a criança todo dia sem necessidade. Isso tudo colocou em risco a continuidade do nosso trabalho… lamentável!!!!!😥

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios