Pai morre de AVC após descobrir que filha foi trocada na maternidade 42 anos após o parto

Uma família em Joinville, no Norte de Santa Catarina, receberá uma indenização de R$ 300 mil após um trágico episódio que perdurou por 42 anos. A descoberta de que a filha havia sido trocada na maternidade em 1975 só ocorreu em 2017, e a notícia desencadeou um triste desfecho: o pai teve um AVC ao saber do erro e acabou falecendo.

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) revelou o caso na sexta-feira (8), destacando que a troca das crianças ocorreu na maternidade pública Darcy Vargas. O drama da família veio à tona quando, em 2017, uma mulher que acreditava ser filha biológica da mãe fez um teste de DNA, que revelou a verdade. Ela estava em busca de outras pessoas nascidas no mesmo dia e local.

No início de 2018, mãe e filha realizaram um exame de DNA, confirmando que haviam sido trocadas, apesar de terem nascido com apenas 10 minutos de diferença.

O advogado João Fabio Silva da Fontoura, que representou as duas famílias, revelou que ambas tiveram suspeitas ao longo da vida, mas não sabiam como buscar respostas concretas até que, por um acaso do destino, a outra família cruzou o caminho de um advogado que as orientou a fazer o teste de DNA.

Apesar da confirmação do erro na maternidade, os laços afetivos construídos ao longo dos anos não foram abalados. A indenização de R$ 150 mil para cada família reflete o entendimento de que a situação foi extremamente traumática para ambos os lados.

A decisão do TJSC considerou que a falha estatal teve sérias repercussões em pelo menos duas famílias e que as consequências foram inimagináveis. Não há compensação que possa minimizar adequadamente o sofrimento suportado pelos envolvidos.

A primeira instância havia estabelecido uma indenização de R$ 90 mil (R$ 45 mil para cada família), mas mãe e filha buscaram um aumento no valor, enquanto o Estado tentou reduzir-lo. Somente o pedido das mulheres foi aceito.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo