Polêmica envolvendo ‘cocô de camarão’ em Florianópolis viraliza; saiba qual é o preparo correto

Recentemente uma polêmica envolvendo vísceras e intestino de camarão encontrados em um prato em Florianópolis viralizou na internet e levantou questionamentos. Uma turista denunciou um estabelecimento por cobrar um alto valor na porção, servida em “estado impróprio” segundo a jovem.

A história foi parar nas redes sociais e dividiu opiniões. Muitos caçoaram, mas outros também deram razão à moça.

Contextualizando a situação, a jovem foi a um restaurante na Ilha de Santa Catarina e pediu uma sequência de camarões para duas pessoas pelo valor de R$ 220,00. Assim que o prato chegou, a cliente viu que os camarões ainda estavam com o intestino.

“Vieram todos sujos. Chamei o garçom e ele me disse que todos os restaurantes da Ilha serviam assim, e que era normal, que não tinha como limpar”, escreve.

Indignada, a jovem pediu um desconto, porém os funcionários não aceitaram. Assim, pediu para falar com o proprietário e ele “também não quis discutir”. “Achou que eu tinha cara de turista trouxa, né? […] Sério, que nojo. Eu disse que iria chamar a vigilância sanitária e então ele fez por R$ 150”, conta.

Ela finaliza dizendo que deixou a porção inteira e estava passando mal, junto com a amiga que a acompanhou. “O barato sai caro”, pontua e termina o texto.

Polêmica

A publicação dividiu opiniões, muitos internautas discordaram da moça. “25 anos comendo camarão 4-5x no mês e nunca passei mal na vida… será que eu sou um et? Logo se vê que a maioria das pessoas não entende nada de comida. Pessoal falando de acúmulo de metais pesados, mas o sushi do finds tá em dia”, escreve um.

Comer camarão sem tratá-lo faz mal pra saúde?

Em entrevista ao portal iBahia, a nutricionista da clínica Emeg, Lua Ferrari, explicou se o camarão deve ser tratado antes de ser consumido, como a limpeza deve ser feita e quais são os benefícios de consumir o fruto do mar. 

Sim! A tripa, linha preta dentro do camarão é uma víscera do crustáceo e deve ser retirada antes do cozimento. Acredita-se que ela possua restos de areia e uma concentração de chumbo e cádmio (este tanto por dentro quanto na casca). O cádmio tende a se acumular no corpo, principalmente nos rins e fígados, por um tempo estimado de 10 a 20 anos. Por este motivo, é importante tratar o crustáceo.

Não precisa evitar comer camarão, caso não tenha alergia a ele. É um alimento muito rico nutricionalmente e desde que seja feita a limpeza correta, o risco é mínimo.

Informações ND+ e IBahia.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo