WhatsApp começa a liberar bloqueador de prints no aplicativo

O bloqueio de prints do WhatsApp, anunciado pelo CEO da Meta Mark Zuckerberg em agosto, começou a ser liberado para os testadores do mensageiro no Android. Conforme relata o WABetaInfo nesta segunda-feira (3), o recurso chega como uma iniciativa para aumentar a privacidade nas conversas por meio da plataforma.

Já disponível para alguns membros do programa Google Play Beta, o bloqueador de screenshots evita que o usuário tire prints de fotos e vídeos compartilhados no popular mensageiro. Porém, a ferramenta é válida apenas para as imagens de visualização única, ou seja, aquelas que somem após serem abertas.

Se tentar realizar uma captura de tela nestas condições, o usuário terá uma imagem escurecida como resultado do procedimento. A função é capaz de bloquear até mesmo as tentativas utilizando extensões de terceiros para contornar as normas de segurança do aplicativo, de acordo com a publicação.

Ainda conforme o site, o bloqueador de captura de tela do WhatsApp pode ser desativado, caso o usuário queira. Outro detalhe é que o recurso não impede os prints de conversas, mesmo com a presença de mensagens que desaparecem nos chats, e não evita o registro de fotos do conteúdo pelo destinatário utilizando outro celular ou câmera digital.

Quando chega para todos?

No momento, o bloqueador de screenshots está disponível somente no WhatsApp beta para Android na versão 2.22.22.3 do app. Os usuários inscritos no programa de testes devem atualizar o app para a edição mais recente e verificar a disponibilidade da ferramenta em seu celular.

A data de lançamento do bloqueio de captura de tela para o público em geral não foi revelada pela Meta, embora isso não deva demorar a acontecer. Antes da chegada à versão estável do Android, o recurso também deve ser lançado para os testadores do mensageiro no iOS e em outras plataformas.

Essa novidade foi revelada por Zuckerberg junto com outras ferramentas de privacidade para o WhatsApp, como a possibilidade de esconder o “online” no status do serviço e a capacidade de visualizar uma lista de participantes anteriores dos grupos.

Informações TecMundo.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios