Ponte será construída entre Veranópolis e Nova Roma do Sul sobre o Rio da Prata

Nessa terça-feira (13), a construção de usina de energia entre Nova Roma do Sul e Veranópolis, voltou a ser debatida entre os dois municípios e a Cooperativa Regional de Eletrificação do Alto Uruguai (CRERAL), com sede em Erechim. Após o primeiro encontro que abordou o tema em julho de 2021, a empresa apresentou o projeto da usina UHE Foz do Prata.

De acordo com o que foi apresentado, a usina será construída no Rio da Prata, com projeção de produção de energia, impactos e intervenções necessárias. O início das obras está previsto para acontecer no segundo semestre de 2024, devido às licenças necessárias.

Na reunião, que contou com a presença do prefeito de Veranópolis, Waldemar De Carli; do secretário de Governo, Eliezer Dalla Costa; do prefeito de Nova Roma do Sul, Douglas Fávero Pasuch, e dos representantes da CRERAL, ficou acordado que como contrapartida para a realização do projeto da usina, deverá ser construída uma ponte entre os municípios de Veranópolis e Nova Roma do Sul.

“Tínhamos feito uma reivindicação que se colocasse no projeto uma ponte entre Nova Roma do Sul e Veranópolis. A princípio, isso foi aceito pela empresa, então, ontem firmamos esse protocolo. [..] O importante foi ter dado esse passo inicial com a empresa que será responsável pela construção dessa barragem”, afirma Waldemar De Carli.

O prefeito de Nova Roma do Sul, Douglas Fávero Pasuch, afirmou que: “foi praticamente um ano de conversas e negociações. É com alegria que hoje podemos anunciar que esta ponte será construída”.

Detalhes sobre o projeto

A ponte terá 120 metros de comprimento, 4 de largura e uma altura total de 15 metros, tendo um custo estimado de R$ 5,4 milhões. A capacidade é de 36 toneladas, com passagem somente de um veículo. Atualmente, a ligação entre esses municípios é feita por balsa e essa foi uma importante reivindicação de Nova Roma do Sul. São recorrentes as interrupções do acesso devido ao nível do rio após chuvas intensas. A ponte será construída 800 metros abaixo de onde será feita a barragem da usina, não sendo no local onde tem a travessia da balsa hoje.

Localização dos novos acessos

O presidente da cooperativa de energia, João Alderi do Prado, explicou que a UHE Foz do Prata terá potência instalada de 49,3 MW com característica de PCH, sendo que na casa de força principal serão 45 MW e na casa de força complementar junto ao pé do barramento serão mais 4,3 MW, o investimento estimado para a realização do projeto está em aproximadamente de R$ 300 milhões.

A Foz do Prata é a primeira UHE da CRERAL, cooperativa de eletrificação rural com mais de 50 anos de existência, e há 20 anos atuando na geração através de PCHs, CGHs, UTE e UFVs.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios