“O Brasil já tem sua carta pela democracia: a Constituição”, diz Bolsonaro

Após a leitura da “Carta às Brasileiras e aos Brasileiros em Defesa do Estado Democrático de Direito”, elaborada pela Faculdade de Direito da USP (Universidade de São Paulo), o presidente Jair Bolsonaro afirmou, na noite de quinta-feira (11), que “o Brasil já tem sua carta pela democracia: a Constituição”.

“O Brasil já tem sua carta pela democracia: a Constituição. Essa é a única carta que importa na garantia do Estado Democrático de Direito, mas foi justamente ela que foi atacada pelos que agora promovem um texto paralelo que, para efeitos legais, vale menos que papel higiênico”, disse o presidente.

“Acredito que a carta pela democracia, que foi lida na micareta do PT, teve algumas de suas páginas rasgadas, principalmente nas partes em que deveriam repudiar o apoio, inclusive financeiro, a ditaduras como Cuba, Nicarágua e Venezuela, bem como o controle da mídia/internet”, declarou Bolsonaro.

“Das duas uma, ou a esquerda repentinamente se arrependeu de suas ameaças crônicas à nossa democracia, como os esquemas de corrupção, os ataques à propriedade privada e a promoção de atos violentos, ou trata-se de uma jogada eleitoral desesperada. O golpe está aí, cai quem quer”, prosseguiu o presidente.

A carta elaborada pela Faculdade de Direito da USP, que tem cerca de 1 milhão de assinaturas, foi lida no início da tarde de quinta, no Largo São Francisco, no Centro da capital paulista. O ato contou com a participação de juristas, políticos, movimentos sociais, entidades e representantes da sociedade civil.

Informações O Sul.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios