Lula afirma que, se for eleito, o BNDES não irá mais financiar grandes empresas

Candidato do PT à Presidência da República, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que, se for eleito, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) não irá mais financiar grandes empresas – uma política diferente da adotada nos governos anteriores do petista.

“Se preparem, quem quer ser pequeno ou médio empreendedor nesse País, porque vai ter financiamento. O BNDES não vai mais financiar grandes empresas, não. O BNDES vai financiar pequenas e médias empresas, pequenos e médios empreendedores, porque a gente vai voltar a sorrir”, disse Lula durante um ato público em Campina Grande, na Paraíba, na terça-feira (02).

“Esse País vai voltar a produzir emprego, vai voltar a produzir salário e vai voltar a produzir obra de infraestrutura. E eu vou recuperar o respeito com os Estados Unidos, com a Alemanha, França, Índia, China, com o diabo que for. Nós vamos recuperar o respeito, e essa gente vai voltar a investir dentro do Brasil”, afirmou o petista.

Lula também disse que o salário mínimo voltará a aumentar anualmente acima da inflação. “Quero dizer em alto e bom som: todas as categorias organizadas vão receber salário acima da inflação na época do acordo. A inflação vai baixar, nós já baixamos uma vez. E os juros vão baixar porque já baixamos uma vez”, disse Lula, que cumpre agenda no Nordeste nesta semana.

(Informações O Sul)

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios