Comerciante de Garibaldi é condenada pela morte de seu ex-companheiro

Nesta quinta-feira, dia 12 de maio, ocorreu em Carlos Barbosa, o júri popular do homicídio de Elias dos Santos Hahn, na época com 36 anos, natural de São Pedro do Sul, tendo como ré a comerciante de Garibaldi, Zenilde Rabaioli de Borba, as informações são da Rádio Garibaldi.

O fato ocorreu em julho de 2013 e o homem foi encontrado debaixo de pedras, à beira de um arroio em Linha Vitória. Ele morava em Garibaldi com a sua companheira Zenilde. Assim que o corpo foi localizado, a comerciante se tornou a principal suspeita. Seu carro, na época, um gol branco foi periciado, na tentativa de buscar marcas de sangue.

Depois de cinco horas de júri que iniciou por volta de 12h30, o juiz de Direito, Felipe Sandri leu a sentença que condenou a ré a 13 anos e 10 dias, em regime fechado, pela morte de seu ex-companheiro.  Inicialmente ela responderá em liberdade até que o recurso de apelação seja julgado.

Atuou na defesa da ré o advogado Miguel Angelo Santin e na acusação promotor Evandro Lobato Kaltbach.

Lembrando o caso

O corpo de Elias foi resgatado por volta de 11h20min do dia 5 de julho de 2013, em operação conjunta da Polícia Civil e Corpo de Bombeiros de Carlos Barbosa. O local era de difícil acesso, em um matagal, à beira de um arroio, nas proximidades da igreja de Linha Vitória. O cadáver apresentava um corte profundo no pescoço e outro na face, além de esmagamentos na cabeça e vestia calça jeans, camisa e um casaco de malha. Um pescador passava pelo local e viu o corpo enterrado debaixo de pedras e acionou a polícia. Como familiares não foram reconhecer o corpo, Elias foi sepultado como indigente em uma gaveta do cemitério de Carlos Barbosa.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios