Após assalto a carro-forte em Guaíba, dois foragidos são mortos em confronto com a Brigada Militar na Ilha do Pavão

Dois assaltantes foragidos foram mortos, na tarde desta quarta-feira (29), após confronto com a Brigada Militar (BM) na região das ilhas. Eles participaram do assalto ao carro-forte que ocorreu pela manhã em Guaíba, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Conforme informações dos policiais militares, a troca de tiros entre os assaltantes e a Brigada ocorreu em um matagal localizado na Ilha do Pavão. Dois assaltantes seguem foragidos e outros dois já foram presos.

No início da tarde de hoje, um cerco foi montado na região das ilhas para capturar os criminosos. Durante a mobilização, o helicóptero da Brigada Militar chegou a ser alvo de tiros. Ninguém da BM ficou ferido no ataque.

Segundo as primeiras informações, ao menos sete criminosos participaram da ação. Eles chegaram a um supermercado usando dois veículos – um deles uma EcoSport com falsos adesivos da Polícia Civil. Os assaltantes usavam uniformes completos do Departamento Estadual de Investigações Criminais, também falsos.

No veículo abandonado, foram localizados cerca de R$ 3,35 milhões. Também foi recuperado dinheiro roubado com os suspeitos presos e mortos, mas a quantia ainda não foi contabilizada.

Após renderem os vigilantes, os assaltantes trocaram de veículo e fugiram num furgão pertencente a uma suposta dedetizadora, levando armas e dinheiro em direção a Eldorado do Sul. Durante o trajeto, o grupo largou miguelitos pela pista da BR-290 para dificultar a perseguição das forças de segurança.

No veículo abandonado, foram localizados cerca de R$ 3,35 milhões. Também foi recuperado dinheiro roubado com os suspeitos presos e mortos.

Com informações do Portal O Sul.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios