EsportesStudio Sports

Para ir se acostumando – América-MG 3×1 Grêmio (Campeonato Brasileiro – 32ª Rodada)

Na tarde/noite do último sábado (13), o Grêmio foi derrotado, no Independência, pelo América-MG. Entre erros de arbitragem, atuação coletiva muito fraca, escalação equivocada e várias falhas individuais, o Tricolor permanece mais uma rodada na zona do rebaixamento e não parece dar mostras que vai conseguir superar essa situação.

Os gols tomados no princípio dos dois tempos e outro no final do primeiro, foram decisivos para que uma equipe já fragilizada emocionalmente perdesse, quase que totalmente, o controle para tentar uma possível reação.

Os erros de arbitragem, visto que o Grêmio teve uma penalidade sonegada (sendo que esse lance ocorreu antes do segundo gol da equipe mineira) e um tiro livre indireto não marcados ao seu favor – não é uma análise minha, é da imprensa especializada – também mexeram com os nervos de um time que precisava desesperadamente do resultado positivo.

Imagens: Grêmio FBPA, divulgação

Uma escalação equivocada, com Alisson e Mateus Sarará pelo meio, aliadas a péssimas atuações individuais (como a de Cortez), somadas ao aspecto anímico, foram determinantes para mais um revés do clube gaúcho no certame nacional.

O torcedor fanático e devotado ao clube, ainda acredita que é possível reverter o péssimo resultado e escapar do descenso.

Porém, através de uma análise criteriosa das estatísticas, do retrospecto e das atuações recentes, sugerem o contrário, ou seja, somente uma intervenção dos deuses do futebol (leia-se milagre) podem fazer as coisas mudarem!

COMO JOGARAM:

Brenno – O resultado não passou por sua atuação – 5,0

Vanderson – Foi pouco efetivo no aspecto ofensivo – 5,0

Geromel – Nem mesmo seu grande esforço conseguiu cobrir os buracos na defesa – 5,5

Ruan – Foi envolvido pelo ataque mineiro – 5,0

Cortez – Pouco acrescentou ao time e ainda cometeu um pênalti – 4,0

Lucas Silva – Não protegeu a defesa e nem auxiliou no ataque – 5,0

Mateus Sarará – Apresentou poucos atributos quando teve a posse da bola – 5,0

Alisson – Não foi bem pelo meio, conseguiu melhorar quando foi para a ponta – 5,0

Ferreira – Após um primeiro tempo fraco, marcou o gol e levou perigo – 6,0

Elias – O guri entrou em mais uma fogueira, tentou algumas jogadas e sofreu um pênalti não marcado – 5,5

Diego Souza – A bola pouco chegou ao ataque – 5,0

Campaz – Tentou várias jogadas individuais, mas sem grande efetividade – 5,0

Diogo Barbosa – Pouco acrescentou ao entrar na partida, quase definida – 5,0

Rafinha – Entrou e fez uma partida discreta, diante da necessidade do time – 5,0

Darlan – Tenho a impressão que sentiu o momento, como o restante do time – 5,0

Churín – Teve pouco tempo – sem nota

Vagner Mancini – Escalou mal e tentou ajustar o time com o andar do jogo – 5,0

CASSI ROMILDO MARIN

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios