DestaqueNotícias

‘O trabalho me faz bem’: conheça a história de Leonilda, veranense que conseguiu emprego na Arezzo

Leonilda é uma funcionária de raiz calçadista, que trabalhou por mais de 30 anos no setor. Agora ela retorna à área, com a oportunidade na nova empresa

Uma nova oportunidade para recomeçar seu caminho. É assim que Leonilda Leonel, de 62 anos, encara a vaga conquistada entre o grupo de funcionários da Arezzo&CO em Veranópolis. Após dois anos e meio fora do mercado de trabalho, uma chama de esperança despertou o desejo de retornar às atividades, o que fez com que ela aprontasse um currículo e torcesse para ser selecionada. Mas sua história no ramo calçadista começa muito antes.

Os pavilhões que hoje abrigam a Arezzo já receberam outras empresas do setor. A primeira, a Alpargatas, atuou no município por cerca de 30 anos, onde Leonilda começou sua trajetória e conheceu muitas pessoas, ficando 26 anos na empresa, até seu fechamento. Por um tempo sem empresa calçadista, e após um longo período de trabalho, decidiu descansar um pouco, quando recebeu a notícia da vinda da Coopershoes, onde, após passar pela seleção, começou a trabalhar. Atuou por 11 anos, até que a mesma fechasse, em 2019. Desde então, estava sem emprego.

Leonilda conta que jamais pensou que outra empresa do setor fosse se instalar no município. E sem essa possibilidade, manter-se no mercado de trabalho tornava-se inviável. “Pensei: numa metalúrgica não vou trabalhar. Se não vai ter mais empresa de calçado, não vou mais trabalhar”, relata. Com surpresa, recebeu a notícia da vinda da Arezzo e, imediatamente, decidiu buscar os meios para participar da seleção e possivelmente voltar à trabalhar.

“Fui até o Sine para preencher um currículo e lá encontrei muitos amigos meus da época das outras empresas calçadistas. A minha história está ligada com o setor, tenho um filho que trabalhou na Alpargatas também, meus amigos, comprei um terreno com o dinheiro do fundo de garantia do trabalho, foi muita coisa” conta. Seguindo no processo de seleção, após entregar o currículo, recebeu um primeiro contato, participou de uma seleção e foi contratada.

Num primeiro momento, os filhos não queriam que Leonilda voltasse a trabalhar, pelo esforço e pelo contexto que estamos vivendo. Mas ela não concorda, porque acha que lhe faz bem, por ser algo que gosta de fazer.

Para a nova trabalhadora da Arezzo, a vinda da empresa trará desenvolvimento ao município. “Essa iniciativa da Prefeitura e da Secretária Dai, foram muito importantes para Veranópolis. A empresa só veio para crescer, vai acrescentar muita coisa boa na cidade. Até os horários de trabalho são favoráveis para as mães que tem filhos que estudam. Eu estou muito contente por conseguir a oportunidade, tudo é muito bom, pela estrutura do espaço, será um lugar muito bom de trabalhar. Comecei minha vida profissional ali praticamente”, reafirma.

A intenção de Leonilda é ficar bastante tempo na empresa, porque, apesar de mais idade, ainda tem muita disposição de aprender e fazer acontecer. “Já tinha me aposentado, mas quis voltar. O trabalho me faz bem. Acho que quando a gente nasce, já vem escrito na nossa testa ‘trabalho’, é nossa sina. E ainda, é muito bom gostar do trabalho e de conviver com as pessoas, porque conviver te engrandece. É bom ver a vida em movimento. Tem que se sentir bem e se sentir útil”, finaliza.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios