Política

Em reunião da Amesne, Prefeitos tem posicionamento contrário ao passaporte vacinal

Nesta quinta-feira, dia 11 de novembro, os prefeitos que compõem a Associação dos Municípios da Encosta Superior Nordeste (Amesne) estiveram reunidos em Nova Prata, para deliberar sobre assuntos relacionados aos protocolos regionais, Corsan, pautas jurídicas e a manutenção dos investimentos nas estruturas de combate à pandemia, bem como a retomada das cirurgias eletivas. Os prefeitos também reagiram novamente contrários à cobrança do passaporte vacinal.

Além da presença maciça dos prefeitos, houve a apresentação dos dados técnicos relacionados aos casos de Covid-19 na região, através do Comitê Técnico Regional da Amesne, liderado pela coordenadora Marijane Paese.

Durante o encontro, o advogado da Amesne e Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), Gladimir Chiele, apresentou sugestões para a realização de novas alternativas com relação aos serviços prestados pela Corsan. Sobre o assunto, não houve nenhum avanço. Uma reunião com a Famurs foi marcada para terça-feira, dia 16, para tratar sobre o tema.

Após a reunião, os prefeitos prestigiaram a ExpoPrata, que teve o vice-presidente da Amesne, prefeito do município, Alcione Grazziotin, como anfitrião do evento, acompanhados das primeiras-damas dos municípios, que também participaram do encontro, com programação especial.

Para o presidente da Amesne, Fabiano Feltrin, a reunião foi muito produtiva, com união de todos os prefeitos nas ações do combate à pandemia e, ao mesmo tempo, auxiliando os municípios a liberarem seus eventos. “Não podemos admitir mais restrições na nossa região, que tem como umas suas principais atividades, o turismo. Temos essa grande oportunidade de avançarmos no segmento devido à alta circulação que temos observados de pessoas de outros Estados à nossa região, promovendo o turismo interno. Temos que ajudar os municípios a prosperarem, com todos os cuidados e cumprimento aos protocolos, mas sem maiores restrições. Sugerimos a manutenção das estruturas da saúde com relação à pandemia, mas temos também que equilibrar a economia, a renda e os empregos. Já sofremos demais”, encerrou.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios