Geral

Começa recuperação de 74 quilômetros da ERS-110, nos Campos de Cima da Serra

Muito utilizada por turistas que visitam a região, estrada passará por melhorias entre Bom Jesus e São Francisco de Paula

Começaram as obras de recuperação asfáltica de uma das principais rotas turísticas do Rio Grande do Sul. Com investimento de R$ 4,71 milhões do governo do Estado, a ERS-110 receberá intervenções no trecho entre a localidade de Várzea do Cedro, em São Francisco de Paula, e o município de Bom Jesus.

Até o fim de 2021, os pontos críticos no segmento de 74 quilômetros estarão em condições renovadas de trafegabilidade. De acordo com o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, os serviços dão sequência a uma série de ações de manutenção e recuperação de estradas na Serra.

“No Plano de Obras 2021-2022, destinamos mais de R$ 192 milhões a ações e projetos para a melhoria da malha viária desta região, uma das mais importantes do ponto de vista econômico e turístico em nosso Estado”, afirma. “Além das melhorias na ERS-110, em breve iniciaremos a pavimentação da ERS-427, no acesso ao Parque Nacional de Aparados da Serra, que atrai visitantes de todo o país”, acrescenta.

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) coordena os serviços, que envolvem o nivelamento do pavimento e a implantação de uma nova camada de material asfáltico nos pontos danificados.

“Além disso, realizaremos atividades complementares importantes para a manutenção da rodovia e durabilidade da obra, como a limpeza dos dispositivos de drenagem e o corte de vegetação”, detalha o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino. “Por fim, encerraremos o trabalho em aproximadamente 30 dias com a pintura da pista, para que os usuários tenham melhor visibilidade da sinalização”, informa.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios