Geral

RS tem expectativa de tornar aulas presenciais obrigatórias em novembro

Com o avanço da vacinação de jovens e adolescentes no País, alguns estados já começaram a se mobilizar para tornar obrigatório o retorno às atividades totalmente presenciais nas escolas. No Rio Grande do Sul, a expectativa é de que isso ocorra em novembro, ainda que não seja uma questão completamente definida pelo governo do Estado. Conforme a assessoria da Secretaria Estadual de Educação, o tema ainda será discutido por técnicos da administração estadual. Atualmente, o RS segue tanto o modelo presencial quanto o híbrido para as redes estadual, municipal e privada.

A prefeitura de Porto Alegre retomou o segundo semestre de ensino de forma 100% presencial. Porém, o modelo ainda não é obrigatório, pois, se decidirem, os alunos podem retirar o material didático nas escolas nas quais estão matriculados, para realizarem as tarefas em casa.

Segundo a pasta a educação, cerca de 90% dos alunos da rede retornaram ao ensino presencial, o que corresponde a cerca de 60 mil alunos entre educação infantil, fundamental e médio. Todos seguem os últimos protocolos editados pelo governo do Estado, como distância mínima de um metro entre os alunos, uso de máscaras e álcool gel e ambientes ventilados.

Na rede privada, o modelo híbrido (presencial e remoto) ainda segue sendo usado. Porém, conforme o último balanço do Sindicato do Ensino Privado do RS (Sinepe), sete em cada dez escolas estão recebendo todos os alunos em sala de aula – os dados correspondem aos mês de setembro, com 96 instituições de ensino.

Com informações do Jornal Correio do Povo.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios