Policial

Policia Civil prende casal suspeito da morte de homem encontrado em prédio abandonado em Guaporé

Agentes da Delegacia de Polícia Civil de Guaporé, elucidaram, após um minucioso e rápido trabalho do Setor de Investigação, todos os fatos relacionados ao primeiro crime contra a vida registrado no município no ano de 2021. Em 17 de agosto, por volta das 17h30min, o corpo de Sidnei de Lima Fortunato, que estava desaparecido há sete dias, foi encontrado pelos policiais em uma das salas dos prédios antigos e abandonado do Curtume Termignoni. No local, se depararam com o jovem, de 25 anos, assassinado com golpes na região da cabeça provocados por um instrumento contundente.

Durante as atividades de investigação, os agentes da Delegaciade Guaporé descobriram que a motivação que desencadeou a ação criminosa um desentendimento entre a vítima e mais duas pessoas, um casal. Os três, segundo apontado no Inquérito Policial (IP), eram usuários de entorpecentes (crack) e estariam ‘residindo’ provisoriamente nas ruínas do Curtume. Após uma discussão na noite do dia 10 de agosto, Sidnei, que possuía antecedentes criminais e estava cumprindo pena em regime aberto, foi morto e deixado no cômodo abandonado.

O homem, de 36 anos, e a mulher, de 39 anos, principais suspeitos do homicídio, foram localizados pelos policiais da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), após troca de informações com os agentes da DP de Guaporé, em um imóvel em Passo Fundo. A equipe, que tem na titularidade o delegado Diogo Ferreira, cumpriu com êxito os mandados de prisão temporária expedidos pelo Poder Judiciário da Comarca de Guaporé.
Os dois investigados pela morte de Sidnei, após receberem voz de prisão, foram conduzidos para a Delegacia da Draco e posteriormente encaminhados para o Presídio Regional de Passo Fundo.

Com informações de Eduardo Cover Godinho da Rádio Aurora de Guaporé

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios