EsportesStudio Sports

É no apagar das luzes que as coisas acontecem – Internacional 1×1 Bragantino (Campeonato Brasileiro – 19ª Rodada)

Na noite desta quinta-feira (21), o Internacional recebeu o Bragantino, no Beira-Rio, em mais uma rodada do Brasileirão, partida essa, atrasada da competição nacional.

O duelo era difícil, isso sabíamos desde o início, e quando – de fato – começou, tivemos a certeza de um jogo extremamente pegado, lá e cá, mas com vários erros no último passe, o que custou diversas chances de gols desperdiçadas, até que finalmente, gol!

Um passe iluminado do artilheiro Yuri Alberto para Mauricio, resultou num belo gol, dando chance ao Inter avançar mais e crescer na partida, o que…não aconteceu!

Aguirre tem uma maneira estranha de pensar sobre o futebol, quando marca o gol, recua, ao invés de buscar ampliar a vantagem, e foi exatamente isso que aconteceu durante todo o segundo tempo. O Inter se acuou, retrancou achando que um gol de vantagem era suficiente, o que sabemos que não é verdade, e no último minuto, quase no apagar das luzes, tomamos o empate.

Patético, é isso que estamos nos tornando, um time patético, que recua dentro de sua própria casa!

Imagens: Sport Club Internacional, divulgação

Não me importa estarmos ganhando até os 49 minutos do segundo tempo, temos de vencer, não podemos recuar, jamais!

Pensem no quanto esses dois pontos perdidos em casa vão afetar o andar do campeonato, iriamos terminar acima do Corinthians e Bragantino, tendo uma partida contra o Timão no final de semana, que poderia ampliar a distância e chegarmos mais perto da classificação para a próxima Copa Libertadores, mas não, vamos recuar, de novo…

Parabéns, Aguirre!

COMO JOGARAM:

Marcelo Lomba – Não teve culpa no lance do gol, mas é um fracassado/chama-gol – 7,0

Saravia – Fez seu trabalho em todo jogo, mas no final estava descolocado – 6,5

Kaique Rocha – Ótima partida para mostrar a que veio, uma pena o resultado, jogou bem – 7,0

Cuesta – Anda muito inseguro – 6,5

Moisés – Não consegue né Moises?! – 5,0

Johnny – Segurou bem o meio-campo – 7,0

Rodrigo Lindoso – Dói dizer, mas foi bem durante a partida – 6,5

Patrick – Forte fisicamente, tem a habilidade da famosa “pelada” mas falta qualidade – 7,0

Mauricio – Tem características de um grande jogador, jogou bem e fez gol – 8,0

Taison – Correu muito como sempre, distribuiu muito bem as jogadas – 7,5

Yuri Alberto – Iluminado, sempre, mesmo que apenas com assistências – 7,5

Paulo Victor – Consegue ser muito superior ao Moisés, mesmo tendo menos força física – 6,5

Palacios – Morno, muito morno, tem que se ligar mais nos jogos, porque tem qualidade – 6,5

Zé Gabriel – Ele entra e sofremos o empate, coincidência? – 5,5

Boschilia – Muito longe de seu melhor momento com a camisa vermelha, anda fraco, perdeu chances demais – 6,0

Caio Vidal – Entrou nos últimos minutos, não pôde fazer muito – sem nota

Diego Aguirre – Estilo de jogo patético, retranqueiro, típico de gente que se contenta com muito pouco, quero bem longe em 2022 – 5,5

WILLIAN ZANELLA

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios