Policial

Vídeo | Após intensa perseguição, PRF prende criminosos por receptação no RS

Na tarde desta quarta-feira (22), a Polícia Rodoviária Federal prendeu dois criminosos em São Leopoldo. Um carro com restrição por apropriação indébita foi recuperado e 20 mil reais sem procedência apreendidos.

Os PRFs realizavam o policiamento na BR 116 quando desconfiaram da maneira como era dirigido um Cronos. Ao consultarem a placa, descobriam que o carro estava com restrição por apropriação indébita pois havia sido locado e não devolvido à locadora. Os policiais deram ordem de parada ao motorista, que desobedeceu.

Ele passou a fugir em alta velocidade com o veículo, passando sobre canteiro central e transitando na contramão. Perseguido pelos policiais, ele parou o carro próximo ao Parque do Trabalhador e fugiu a pé, mas foi alcançado e preso pelos PRFs. No momento da abordagem ele resistiu com socos e pontapés, mas foi imobilizado pelos policiais.

O homem de 37 anos, natural e Passo Fundo, já com passagens no sistema prisional e antecedentes por furto, foi preso por receptação, resistência e direção perigosa, sendo conduzido para a delegacia. O carro foi recolhido e será devolvido à locadora.

O passageiro, que também fugiu para o mato, inicialmente não foi encontrado. Porém, algumas horas mais tarde, em uma ação com a participação do serviço de inteligência da PRF e da Brigada Militar, ele foi preso no centro de Porto Alegre em outro carro onde também estava o motorista inicialmente preso, que já havia sido liberado após pagar fiança.

Ainda foram apreendidos cerca de 20 mil reais em moeda nacional e dólar que estavam com os presos e não tiveram procedência comprovada.

Assista ao vídeo da perseguição

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios