Geral

Procon pede a suspensão do PIX

Durante reunião com representantes do Banco Central (BC) nessa quarta-feira (15), o Procon-SP solicitou à autoridade monetária que suspenda temporariamente a utilização do PIX, até a adoção de novas medidas de segurança. A proposta surge em meio ao aumento de golpes envolvendo a plataforma.

Além da paralisação do sistema de pagamentos instantâneos, o órgão de defesa do consumidor pediu ao BC para limitar as transações via PIX para R$ 500 mensais, em vez dos R$ 1 mil à noite anunciados anteriormente. O objetivo da medida é reduzir o prejuízo das vítimas de fraudes.

“Nós reconhecemos os benefícios trazidos pelo PIX e entendemos que não se pode travar o avanço tecnológico, mas é preciso que a segurança do consumidor seja garantida”, ressaltou o diretor-executivo da entidade, Fernando Capez. Ele comentou ainda que os bancos devem ser responsabilizados pelas perdas de quem sofreu golpes.

Para o Procon-SP, também é necessário incluir na plataforma uma opção de bloquear e estornar valores enviados para novas contas bancárias, durante pelo menos 30 dias. Segundo Capez, isso permitiria confirmar que o correntista é realmente uma pessoa idônea e não um “laranja”.

Com informações do Portal Tecmundo.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios