PolicialRegião

Homem é preso com arma de fogo e aves raras abatidas no interior de Cotiporã

Um Homem de 74 anos foi preso por porte ilegal de arma de fogo e crimes ambientais após ser flagrado praticando caça predatória, pela Associação Rio-grandense de Proteção ao Meio Ambiente e aos Animais, (ARPA), na tarde da sexta-feira, dia 16, no interior de Cotiporã.

Conforme informações do registro policial, o fiscal da ARPA, Jorge Acco, recebeu denúncia de que um homem estaria realizando a caça de aves silvestres em uma propriedade rural localizada na Linha Quinta, interior de município, e que estava em um veículo VW/Fusca, de cor branca.

De posse das informações o fiscal se deslocou para a região e iniciou buscas, localizando o veículo saindo do local da denúncia. O homem foi abordado e dentro do veículo foi localizada uma espingarda, cal. 40, com silenciador, sem documento, e com uma cartucheira com diversos projéteis, intactos e deflagrados.

Dentro do veículo também foram encontrados três aves silvestres, sendo uma da espécie Pomba Juriti Pupu, e duas da espécie Inhambu. Ainda foi localizado, dentro de uma sacola, um apito próprio para atrair os animais. O homem recebeu voz de prisão em flagrante sendo conduzido para a Delegacia de Polícia de Cotiporã, juntamente dos animais, armas e munições apreendidas. Ele admitiu que a cada quinze dias saía para caçar na região de sua propriedade.

Com informações da Rádio Difusora de Bento Gonçalves, foto ARPA divulgação.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe um comentário para Anônimo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios