Geral

Lázaro previu a própria morte em post com perfil falso em rede social; confira

Conforme apurou o Portal ND+, Lázaro Barbosa, capturado e baleado pela polícia nesta segunda-feira (28), previu a própria morte em uma postagem feita com um perfil falso em uma rede social. O serial killer de 32 anos estava foragido há 20 dias.

O criminoso usou um celular roubado para criar um perfil falso no Facebook. Na rede social, ele usou o nome de Patrik Sousa e postou fotos de sua própria caçada.

A imagem utilizada pelo assassino como foto de perfil foi, justamente, de um helicóptero realizando as buscas. Na foto, ele ainda escreve: “As buscas não param. Breve estará nas mãos da polícia. Não volta em viatura, volta com o IML”.

O aparelho foi levado por Lázaro no dia 15 junho, quando invadiu uma chácara e fez três pessoas da mesma família reféns. Depois de conseguir escapar do cerco policial, o serial killer ficou até dia 18 de junho com o celular.

Mesmo no meio da mata, ele criou o perfil. Investigadores acreditam que ele usou a rede social para acompanhar notícias do caso e ver reações do público. Na rede social, há apenas um amigo. Sendo uma adolescente que mora no mesmo bairro de parentes de Lázaro, em Águas Lindas (GO).

Anúncio da captura

Na manhã desta segunda, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, anunciou que Lázaro havia sido finalmente capturado. A publicação foi feita nas redes sociais de Caiado.

“Acabo de receber uma informação de todas as forças de segurança que estão ali na região de Cocalzinho que o Lázaro foi preso. Cumprimentar a todos aqueles que estão ali há vários dias trocando informações e chegando a esse resultado, com a prisão do Lázaro”, disse o governador.

Lázaro, condenado por assassinatos e estupros, estava foragido da Justiça após uma série de crimes na Bahia e em Goiás. Ele também é acusado da morte de quatro pessoas de uma família em Ceilândia, no Distrito Federal, e de um caseiro de uma fazenda no distrito de Girassol, em Goiás.

As buscas começaram no dia 9 de junho, após o crime no DF. Na fuga, Lázaro roubou um carro e foi para a cidade de Cocalzinho de Goiás, a 80 km de distância. Desde então, foi perseguido pela força-tarefa policial pelas matas da região.

Carregado por policiais

Imagens mostram o fugitivo ferido sendo resgatado por policiais e levado até a ambulância do Corpo de Bombeiros Militar. Ele foi levado com vida ao Hospital Municipal Bom Jesus, em Águas Lindas, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Deveriam ter dado a descarga nele. Porque monte de estrume de trata assim. Ainda foram gastar munição com este traste. Agora só resta apurar os cúmplices que formaram uma quadrilha e das grandes. Essa história vai muito além de um assassino de sangue frio. Tem gente com grana envolvida, com interesses em terras alheias e por ai vai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios