Notícias

Veranópolis estuda a possibilidade de iniciar vacinação de professores

Ainda não há definição de se a imunização será possível, visto impasses judiciais

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) e o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) decidiram autorizar os municípios gaúchos, conforme a realidade local, a realizarem o avanço na imunização dos grupos prioritários, seguindo a lista do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação (PNO). Neste novo grupo são contempladas pessoas em situação de rua, população privada de liberdade e trabalhadores da educação.

Diante dessa inclinação do Estado, o município de Veranópolis começou a realizar movimentações. Enquanto aguarda o informativo oficial do governo do Estado, sobre a possibilidade de vacinação, a cidade está fazendo, por meio da Vigilância Epidemiológica, um levantamento junto aos educandários para contabilizar o quantitativo de profissionais desse setor presentes no município. A logística de como seriam aplicadas essas doses remanescentes também está sendo planejada.

Não há, porém, oficialmente, definição de datas para a aplicação, visto que a vacinação desse grupo está enfrentando embates judiciais, a oficialização da possibilidade não foi feita, até a última atualização desta notícia, ao município e o estudo ainda está sendo finalizado pela Secretaria da Saúde. A projeção existente é que, se possível, o movimento poderá começar já na próxima semana.

Segundo recomendação estadual, se o município conseguir avançar para o grupo dos trabalhadores da educação, a imunização deve ser iniciada com quem trabalha com educação infantil, ou seja, creches e pré-escolas. O município tem autonomia para decidir se utiliza as doses excedentes para continuar vacinando comorbidades (baixando a faixa etária) ou então para vacinar pessoas do grupo subsequente na lista de grupos prioritários.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios