Secretaria Estadual da Saúde autoriza vacinação de professores contra a covid-19 com doses remanescentes

Em Veranópolis, a Secretaria Municipal de Saúde aguarda o envio de nota técnica, por parte do Estado, para definir a estratégia que irá adotar

A Secretaria da Saúde (SES) e o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) decidiram, nesta quarta-feira (12/5), sobre a distribuição de doses excedentes e remanescentes na Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19. A pactuação foi feita em reunião da Comissão Intergestores Bipartite, da qual fazem parte Estado e municípios. A decisão conjunta permite que municípios gaúchos, conforme a realidade local, avancem na imunização dos grupos prioritários, seguindo a lista do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação (PNO).

Doses excedentes são as doses que ficam disponíveis nos municípios após completar 90% da população estimada do público prioritário vigente. As doses remanescentes são as populares “xepas”, ou seja, doses que sobram nos frascos abertos ao final do dia e que não podem ser reaproveitadas no dia seguinte em função do tempo de conservação do produto.

“Temos recebido informações de que há excedentes em alguns municípios, porque a distribuição é baseada em estimativas populacionais e vem ocorrendo eventuais saldos devido à baixa procura dos usuários na faixa etária a partir dos 40 anos para a primeira dose. Além disso, algumas pessoas podem estar sendo computadas em mais de um grupo prioritário, como profissionais da saúde idosos, ou com comorbidades. Esses números se sobrepõem, o que também explica que alguns municípios estão com sobras”, afirma a diretora de Atenção Primária e Políticas de Saúde da SES, Ana Costa.

Em Veranópolis, a Secretaria Municipal de Saúde aguarda o envio de nota técnica, por parte do Estado, para definir a estratégia que irá adotar. Se a cidade optar por avançar para o grupo dos trabalhadores da educação, a imunização deve ser iniciada com quem trabalha com educação infantil. O município tem autonomia para decidir se utiliza as doses excedentes para continuar vacinando comorbidades (baixando a faixa etária) ou então para vacinar pessoas do grupo subsequente na lista de grupos prioritários.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios