Notícias

Escolas municipais de Veranópolis não relatam registro de casos da covid-19

Alguns casos de alunos e/ou professores afastados por sintomas ou por terem tido contato com familiares positivados, contudo, foram registrados

A volta às aulas presenciais na rede municipal de ensino, em Veranópolis, ocorreu no dia 03 de maio. Quase duas semanas após o retorno, a Secretaria de Educação e os educandários da cidade, afirmam que não foram registrados casos de covid-19 entre crianças e professores, em decorrência do convívio escolar.

Em pesquisa realizada pela reportagem da Studio, com as 10 escolas da rede, foi constatado que pelo menos seis das instituições possuem alunos e professores afastados, tanto por sintomas, como por terem familiares positivados. A situação, até o momento, não gera alerta, segundo a Secretaria de Educação e escolas, visto que o número é pequeno em cada instituição, limita-se a suspeita do vírus, não há registro de mais do que um aluno por turma com sintomas e os afastamentos decorrem de contatos com o círculo familiar.

Na pesquisa, as escolas Senador Alberto Pasqualini, Felipe dos Santos e Anita Dall’Agnol Amantino, afirmaram que desde a volta às aulas não tiveram nenhuma situação de afastamento. Já as escolas Irmã Carmelita, Irmão Artur Francisco, Irmã Laura, Irmão Jerônimo, Hilda Hoffmann Peruffo e Irmã Joana Aimé, afirmam ter registrado situações pontuais nesse sentido.

Tanto as instituições de educação infantil, como as de ensino fundamental, afirmam seguir os protocolos delimitados pelo COE local. Além disso, o apoio das famílias está sendo essencial, visto que elas pontuam qualquer sintomas referentes a síndrome gripal. Como os casos suspeitos, tanto os já descartados como os que aguardam exame, não foram em colegas da mesma sala de aula, os regramentos não apontam interrupção das atividades. Da mesma forma, ao diagnosticar suspeita nas crianças, os professores contatam os responsáveis e apenas recepcionam novamente o jovem com laudo médico comprovando que o aluno não está positivado para a doença.

A adesão ao retorno

A adesão, nesses primeiros dias, está sendo positiva. Em média geral, 64% dos jovens retornaram para as escolas de forma presencial na rede municipal. A volta está sendo escalonada, com 50% dos alunos indo para as salas de aula por semana. Apenas na Escola Irmão Jerônimo, pelo grande tamanho da estrutura, todas as turmas vão de forma integral para o educandário, mas cada série é dividida em dois grupos, cada qual permanece em uma sala de aula distinta.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios