Região

Construção de açude leva mais segurança às propriedades rurais em Fagundes Varela

Estar prevenido quando ocorre uma estiagem é sempre a melhor alternativa. Para isso, a Secretaria de Agropecuária de Fagundes Varela e a Emater/RS-Ascar trabalham a adoção de medidas como a construção de açudes para reservação de água, a conservação do solo, a proteção de nascentes e a irrigação, a fim de mitigar os efeitos desse fenômeno que tem se tornado cada vez mais comum e provocado prejuízos para as unidades de produção.

Assim, em Fagundes, especialmente nesses últimos meses, alguns produtores decidiram investir em construções de açudes ou cisternas e implantaram sistemas de irrigação. Um dos agricultores que adotou essa tecnologia foi Agenor Grandi, na comunidade de Nossa Senhora do Caravágio. Vendo a necessidade de irrigar uma área de 10 hectares de lavouras de soja para ter segurança na produção, procurou a Secretaria e o Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar. Após visita à propriedade para verificar, junto com a família, qual seria o melhor sistema de irrigação a ser implantado, os extensionistas rurais, Taciana Marchesini e Douglas Corso, sugeriram o sistema de irrigação por carretel enrolador. “Um fator fundamental que se levou em conta para propor esse sistema foi o terreno: levemente ondulado e no formato próximo de um retângulo”, explica a extensionista.

O projeto técnico foi elaborado pela Emater/RS-Ascar, dimensionando o tamanho do carretel enrolador, para que atendesse à necessidade do agricultor. “É importante discutir, ver o potencial da propriedade, as limitações e depois propor algo adequado e que traga benefícios ao produtor”, destaca.

Antes de planejar a irrigação é preciso verificar a disponibilidade de água na propriedade. Agenor possuía um microaçude. Como a área a ser irrigada é grande e para poder atender adequadamente a necessidade da cultura, também foi orientado ao agricultor ampliar a capacidade do açude já existente. Para essa demanda, o agricultor contou com o apoio da Prefeitura Municipal. “Em função da estiagem que vivenciamos, é fundamental desenvolvermos ações para auxiliar o setor primário. Estamos disponíveis para atender as demandas dos nossos produtores, afim de terem mais condições de trabalho”, afirma o Secretário de Agropecuária, Edemilson Simonato.

Este ano a família Grandi já utilizou o sistema logo em seguida à semeadura da soja. Assim, garantiu uma germinação uniforme da lavoura.

Sabendo que pode investir na propriedade, tendo a garantia que terá água suficiente para produzir, a família demonstra satisfação com o sistema de irrigação. “Para nós foi bem importante, a gente fez esse investimento que com certeza vai dar resultado, porque ele é bem prático, fácil de manusear, eficiente e não exige muita mão de obra. Estamos bem contentes e agradecemos a parceria”, afirma o filho Alcenir Grandi.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios