Policial

Briga entre idosos por plantio de árvore termina com mortes em Santa Catarina

Uma discussão entre vizinhos idosos terminou em morte em Botuverá, Santa Catarina. Dois homens, de 63 e 70 anos, se desentenderam e um deles agrediu o outro a pauladas. A vítima foi levada ao hospital e internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu e faleceu na manhã desta sexta-feira (30).

Segundo o delegado Alex Reis, da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Brusque, por não ser um crime pego em flagrante a Polícia Civil iniciou as investigações e identificou testemunhas. Porém, na quinta-feira (29), o suspeito de agressão faleceu.

“Os dois vizinhos já tinham discussões há certo tempo. E no final de semana eles se desentenderam por questões banais. A partir desta discussão, um dos idosos agrediu o outro com um pedaço de pau”, explica Reis.

Motivo da discussão

Reis esclarece ainda que o início da discussão que culminaram nas mortes ocorreram por causa de um plantio de árvore. Segundo o delegado, o suspeito de agressão queria plantar a muda no terreno em que a vítima considerava ser dela.

Irritado, o idoso teria partido para cima do vizinho, causando lesões graves nele. “É uma situação banal que poderia ter sido evitada. Não tendo causado um final trágico para os envolvidos”, diz.

Desdobramentos

Como os dois envolvidos faleceram, Reis explica que as investigações por parte da Polícia Civil serão concluídas. “Diante das circunstâncias vamos concluir os procedimentos e encaminhar ao poder Judiciário”, diz.

Fonte: O Município

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios