Geral

Amesne emite nota e orienta municípios a recepcionarem decreto publicado pelo estado do RS

Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne), emitiu na noite deste domingo, 16, uma nota de orientação aos municípios associados, para recepcionarem o decreto 55.882, publicado pelo governador Eduardo Leite, que versa sobre novo modelo de monitoramento da pandemia no RS, chamado de Sistema 3As.

Na nota, emitida pelo presidente da Associação e prefeito de Farroupilha, Fabiano Feltrin, ele orienta os municípios a recepcionarem o decreto, e salienta que ao longo da semana, todas as regras serão detalhadamente analisadas e discutidas junto aos municípios que compõem a Amesne, para acolhimento de sugestões e possíveis alterações nos protocolos gerais do estado.

Confira a nota:

A Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne), diante da publicação do decreto estadual 55.882, de 15 de maio, neste primeiro momento, orienta os municípios que a integram a recepcionarem o mesmo na sua integralidade.

O novo modelo de monitoramento da pandemia no RS, chamado de Sistema 3As, diferentemente do anterior, terá avaliação dos índices diariamente. Desta forma, pode-se solicitar mudanças de protocolos em nível regional a qualquer momento.

Ao longo da semana, todas as regras serão detalhadamente analisadas e discutidas junto aos municípios que compõem a Associação para acolhimento de sugestões e possíveis alterações nos protocolos gerais do estado.

Fabiano Feltrin
Presidente

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios