Geral

Veranópolis está na rota da circulação virtual do Projeto Ecopoética

Em função do agravamento da pandemia, projeto Ecopoética – Ritual de Sobrevivência Urbana foi adaptado para versão online. A partir do dia 27/4, inicia a mostra virtual de vídeo-arte, com grupos de 7 cidades gaúchas. E no dia 15/5 estreia a vídeo-performance de Marina Mendo e Rossendo Rodrigues

Contemplado pela Lei Aldir Blanc, da Secretaria de Estado da Cultura, o Ecopoética entrará em circulação novamente. No entanto, o projeto que originalmente previa a circulação por sete cidades gaúchas (Gravataí, Canela, Gramado, Passo Fundo, Veranópolis, Carlos Barbosa e Caxias do Sul) foi adaptado para uma versão online, em função do agravamento da pandemia no Estado.

O projeto está estruturado em dois pilares: a performance artística Ecopoética – Ritual de Sobrevivência Urbana, de Marina Mendo e Rossendo Rodrigues; e um trabalho de intercâmbio cultural com grupos artísticos das sete cidades gaúchas. Esse intercâmbio contou com duas oficinas ministradas por Marina, Rossendo e Rodrigo Shalako. E, como resultado, os grupos participantes produzem suas próprias performances em formato de vídeo-arte.

CIRCUITO VIRTUAL DE VÍDEO-ARTE | GRUPO DE VERANÓPOLIS INTEGRA A MOSTRA

O circuito virtual de vídeo-arte, com as criações dos sete grupos artísticos que participaram das oficinas de intercâmbio, inicia no dia 27/4. Os trabalhos poderão ser conferidos nas redes sociais do projeto Ecopoética (@ecopoetica). (Confira a programação no serviço abaixo*)

Entre eles, está a Cia Teatral Tem Gente No Palco,de Veranópolis, que terá sua exibição no dia 27/4.

Com o título“Descarte humano: do concreto ao invisível”, o grupo traz questionamentos como O que você faz com o seu lixo?! Onde você acredita ser o fora? Qual é o seu descarte? O trabalho apresenta um olhar atento e performativo sobre corpos-escritura, invisibilizados frente ao caos e a degradação humana. Histórias recontadas que se entrelaçam neste epílogo-denúncia, de um documentário expressionista, sobre vivências e resistências.

Independente e atuante,a Cia Teatral Tem Gente No Palco atua há oito anos na área cultural de Veranópolis e interior do estado do RS. Desenvolve Oficinas Teatrais, gratuitas à comunidade, com Grupos Infantil, Juvenil e Adulto, além de projetos sociais e pesquisa cênica em transversalidade com outras áreas artísticas. Entre suas montagens de espetáculos teatrais destacam-se: Mademoiselle, Um Certo Cavaleiro Errante &  Sua Linda Flor, La Prima Canzone e Peter Pan – A Magia Continua, todos autorais. Seus trabalhos recentes são o projeto artístico-cultural CONSONÂNCIA DO ENCONTRO: O Canto & o Teatro em Suas Transversalidades e CORPOGRAFIA NA CENA: Processo de Estudo, Criação e Ocupação Artística, em fase de criação.

Além deles, o circuito virtual de vídeo-arte conta com a participação dos seguintes grupos: Grupo Ritornelo de Teatrode Passo Fundo; Coro Juvenil do Moinho/UCS, de Caxias do Sul; Grupo de Teatro CooperAção, de Carlos Barbosa;Grupo Teatral Nós Mimo, de Gramado; Ponto de Cultura Kombinação– Instituto Seide, de Canela e GET – Grupo de Estudos Teatrais, de Gravataí. 

VÍDEO-PERFORMANCE ECOPOÉTICA – RITUAL DE SOBREVIVÊNCIA URBANA 

Ecopoética – Ritual de Sobrevivência Urbana é uma performance artística de Marina Mendo e Rossendo Rodrigues.O trabalho foi adaptado para o formato de vídeo e estreia no dia 15/5, às 19h, nas redes sociais dos grupos que participaram dos intercâmbios e nas redes sociais do projeto (@ecopoetica). 

Apresenta a metáfora dos pequenos rituais cotidianos que permitem levar a vida adiante. O habitar humano em seu pequeno espaço em meio ao lixo, e a busca pelo alimento físico e espiritual em meio à degradação das águas. Sob um barco feito de lixo flutuante, a intervenção costumava ocorrer sobre lagos de parques públicospara espectadores em trânsito no ambiente urbano. 

A performance estreou em 2014 e é voltada à busca por poéticas de sustentabilidade no ambiente urbano.Trabalhando sobre instalações artísticas construídas com lixo, a dupla apresenta uma abordagem voltada ao pensamento ecológico e ao resgate e valorização dos espaços da cidade que estejam relegados à poluição e ao esquecimento. Em sete anos, o Ecopoética já realizou intervenções sobre os rios Tietê/SP,Ipojuca/PE e Capibaribe/PE – que integram o ranking dos 10 rios mais poluídos do Brasil segundo o IBGE. Também já passou pelos rios Gravataí, Sinos e Caí, no Rio Grande do Sul – além do Arroio Dilúvio, em Porto Alegre.

SERVIÇO:

MOSTRA VIRTUAL VÍDEO-ARTE | SETE GRUPOS ARTÍSTICOS:

>> Data: 27 de abril 

Grupo: Cia Teatral Tem Gente No Palco

Cidade: Veranópolis

Exibição:

Insta do Ecopoética: @ecopoetica

>> Data: 29 de abril

Grupo: GET – Grupo de Estudos Teatrais de Gravataí 

Cidade: Gravataí

Exibição: 

Insta do Ecopoética: @ecopoetica

>> Data: 1 de maio

Grupo de Teatro CooperAção 

Cidade: Carlos Barbosa

Exibição:

Insta: @ecopoetica

>> Data: 4 de maio

Grupo: Ponto de Cultura Kombinação (Instituto Seide) 

Cidade: Canela

Exibição:

Insta do Ecopoética: @ecopoetica

>> Data: 6 de maio

Grupo: Nós Mimo

Cidade: Gramado

Exibição:

Insta do Ecopoética: @ecopoetica

>> Data: 8 de maio

Grupo: Coro Juvenil do Moinho – UCS

Cidade: Caxias do Sul

Exibição:

Insta do Ecopoética: @ecopoetica

>> Data: 11 de maio

Grupo: Grupo Ritornelo de Teatro

Cidade: Passo Fundo 

Exibição:

Insta do Ecopoética: @ecopoetica

CIRCUITO VIRTUAL : VÍDEO PERFORMANCE  

 RITUAL DE SOBREVIVÊNCIA URBANA 

PROJETO ECOPOÉTICA | MARINA MENDO E ROSSENDO RODRIGUES

Data de estreia: 15 de maio

Exibição: 

Insta do Ecopoética: @ecopoetica

Insta: @gruporitornelo

Passo Fundo:

Face: @ritornelo

Caxias do Sul: 

Insta:@corojuvenildomoinhoucs

Face:@corojuvenildomoinhoucs

Gramado: 

Face: @GrupoNosMimo

Insta: @gruponosmimo

Canela: 

Insta – @cultura.kombi

Gravataí:

Insta @get_ogrupoteatral 

Face @get.ogrupoteatral 

Veranópolis:

Insta @temgentenopalco 

Face @ciatemgentenopalco 

SOBRE O ECOPOÉTICA

Ecopoética – Arte e Sustentabilidade em Intervenções Urbanas é uma plataforma de trabalho artístico interdisciplinar concebida pelos artistas e educadores Marina Mendo e Rossendo Rodrigues. Tem como objetivo a criação e difusão de performances e intervenções urbanas voltadas ao desenvolvimento sustentável das relações com o ambiente urbano. Os trabalhos tem como enfoque a cultura de consumo e descarte de resíduos e a poluição das águas na cidades.O projeto recebeu o Prêmio Boas Ideias de Sustentabilidade da Virada Sustentável Poa em parceria com a Fundação Gaia. 

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios