Geral

Observatório do Trabalho divulga Carta do Mercado de Trabalho Formal de março de 2021

O município de Veranópolis registrou 299 admitidos e 244 desligados

Em março, o Rio Grande do Sul registrou 113,6 mil admissões e 95,8 mil desligamentos, resultando em
um saldo positivo de 17,8 mil postos, representando um acréscimo de 0,69% sobre o estoque de empregos
formais. Dessa forma, o estoque do estado gaúcho foi de 2,6 milhões de empregos com carteira assinada.
Os setores da Indústria e dos Serviços foram os maiores fomentadores do resultado positivo, registrando a
criação de 9,5 mil e aproximadamente 6 mil empregos, respectivamente. Somente o setor da Agropecuária
obteve desempenho negativo no período, com o fechamento de 1,5 mil vagas.

O desempenho positivo do acumulado do ano deve-se majoritariamente ao setor da Indústria, que
registrou a criação de 38,7 mil vagas, o que representa um acréscimo de 5,95%. O resultado dos últimos 12
meses também foi influenciado principalmente pelo setor da Indústria, que teve 22,9 mil postos criados. No
mesmo período, o setor de Serviços foi o único a apresentar maior número de demissões que admissões,
fechando 8,2 mil postos.

Caxias do Sul abriu mais oportunidade de empregos no mês, com 814 novos empregos,
sendo a maior parte na Indústria. Por outro lado, Vacaria, contou com 1,7 mil empregos fechados, sendo a maioria pertencentes à Agropecuária.

Em Veranópolis

O município de Veranópolis registrou 299 admitidos e 244 desligados, resultando em 55 empregos
formais abertos, representando aumento de 0,77%. Nesse sentido, a cidade contou com um estoque de 7,2
mil empregos com carteira assinada. O setor que mais influenciou a performance positiva do mês foi a
Indústria, que criou 34 empregos. A Construção foi o segundo setor com maior criação de postos, com 14
vagas a mais.

No acumulado do ano houve 301 empregos criados, aumento de 4,38%, sendo a grande parte
pertencente à Indústria, que teve 248 postos abertos, aumento de 6,54%. Nos últimos 12 meses foram
registrados 93 novos empregos na cidade, aumento de 0,66%, a Indústria também foi o principal
responsável pela criação de empregos no período, com 189 novas vagas. Por outro lado, os Serviços e o
Comércio foram os que mais demitiram nos últimos 12 meses, tendo 71 e 32 postos de trabalho fechados,
respectivamente.

No mês de março de 2021 foram abertos 55 empregos em Veranópolis, sendo que no mesmo mês do
ano anterior foram abertos 69 postos de trabalho. O acumulado do ano de 2021 registrou criação de 301
empregos, enquanto em 2020 a geração de empregos foi de 111 vagas, ou seja, o começo de 2021 está
sendo caracterizado com maior criação de empregos que em 2020. Nos últimos 12 meses foram abertas 93
vagas, mas em 2020 foram fechados 198 empregos formais.

Em Nova Prata

Em março houve 303 admitidos e 252 desligados em Nova Prata, resultando na criação de 51
empregos formais, representando um acréscimo de 0,64% dos postos. Nesse sentido, a cidade contou com
um estoque de aproximadamente 8 mil postos formais. O setor que mais influenciou o saldo positivo foi a
Indústria, com a abertura de 42 empregos formais. O único setor a obter resultado negativo foi o Comércio,
com o encerramento de 19 vagas.

O acumulado do ano e os últimos 12 meses tiveram saldo positivo. O setor da Indústria foi o principal
motivador do resultado do acumulado, tendo criado 145 postos. Já o desempenho dos 12 meses foi
fomentado principalmente pela Construção, que teve 94 empregos criados, representando um acréscimo
de 8,99% no nível de empregos nesse setor. Apesar do desempenho positivo, o setor da Agropecuária
apresentou fechamento de vagas no período, com 12 postos fechados.

No mês de março houve abertura de 51 vagas, contra a criação de 21 postos em março de 2020. No
acumulado do ano foram criados 237 empregos no município em 2021, frente a abertura de 148 empregos
em 2020. Nos últimos 12 meses, houve criação de 164 empregos com carteira assinada, enquanto foram
abertas 89 vagas no mesmo período do ano anterior.

Dados: Observatório do Trabalho – UCS

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios